Busca avançada
Ano de início
Entree

HERESIOLOGIA e perseguição: a vindicta contra os hereges e a colaboração entre os dois gládios nos escritos anti-heréticos dos primeiros frades Pregadores de Bolonha

Processo: 18/12132-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 27 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Antiga e Medieval
Pesquisador responsável:Ana Paula Tavares Magalhães Tacconi
Beneficiário:Patrícia Antunes Serieiro Silva
Supervisor no Exterior: Riccardo Parmeggiani
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università di Bologna, Itália  
Vinculado à bolsa:16/08496-3 - Polêmica e inquisição: heresiologia e perseguição na Summa Adversus Catharos et Valdenses do dominicano Moneta de Cremona, BP.DR
Assunto(s):Inquisição   Pena de morte

Resumo

Este projeto vincula-se à pesquisa de doutorado em andamento intitulada "Polêmica e Inquisição: heresiologia e perseguição na "Summa Adversus Catharos et Valdenses do dominicano Moneta de Cremona". Ele propõe-se a estudar de que forma os primeiros frades pregadores de Bolonha trataram a punição dos hereges, especialmente a pena de morte, e a atuação da Igreja e das autoridades seculares na repressão da heresia, através de dois escritos anti-heréticos: a mencionada Summa do frade Moneta, nosso corpus principal, e a Postilla in Iob do frade Rolando de Cremona. Ambos os dominicanos fizeram parte da primeira comunidade de Pregadores do convento bolonhês de São Nicolau da Vinha. Além disso, possuem trajetórias de vida muito parecidas: nasceram na cidade de Cremona, eram magistri em artes, exerceram a pregação nas cidades setentrionais italianas, fundaram conventos e compuseram obras anti-heréticas. Tradicionalmente são vistos como inquisidores pela historiografia, ainda que não se tenham documentos que comprovem a atuação inquisitorial de Moneta nem a presença do qualificativo "inquisidor" nas atividades anti-heréticas de Rolando. De qualquer forma, as obras dos dois dominicanos guardam relações com a Inquisição. Em ambas, os dois frades cremonenses abordam a vindicta contra os hereges e o apoio das autoridades seculares à Igreja no combate às heresias e na promoção da paz.