Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação ecocardiográfica, dopplerfluxométrica e termográfica de cães adultos hígidos submetidos a diferentes frequências de vibração de corpo inteiro utilizando a plataforma vibratória TheraPlate

Processo: 18/11261-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Sheila Canevese Rahal
Beneficiário:Manuela Agostinho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Fisioterapia   Plataforma vibratória   Vibrações mecânicas   Cães   Termografia   Ecocardiografia   Ultrassonografia Doppler   Análise de variância   Teste de Tukey

Resumo

As plataformas vibratórias (PV) são equipamentos que produzem vibrações mecânicas rítmicas que se propagam por todo o corpo do organismo gerando as vibrações de corpo inteiro (VCI). As mesmas são utilizadas em protocolos de exercícios de reabilitação física e no tratamento adjuvante de diversas afecções em pacientes humanos. Informações sobre os efeitos de diferentes frequências de VCI nos parâmetros ecocardiográficos, dopplerfluxométricos e termográficos de cães adultos hígidos estão ausentes na literatura, fato que reforça a importância da atual pesquisa e também seu potencial de ineditismo. Desse modo, o presente trabalho tem como objetivo avaliar, em cães adultos hígidos, os efeitos agudos das diferentes frequências de viVCI utilizando a PV "TheraPlate" por meio do ecocardiograma, dopplerfluxometria e termográfica superficial por infravermelho. Serão utilizados no mínimo 10 cães adultos hígidos, de porte médio a grande e raça e sexo variado. Os cães serão submetidos a única sessão de VCI com diferentes frequências de vibração, iniciando com a frequência de 30 Hz por 5 minutos, aumentando para a frequência de 40 Hz por 5 minutos e finalizando com a frequência de 50 Hz por 5 minutos. A avaliação da temperatura superficial, por termografia infravermelho, das regiões dos músculos glúteos, vasto lateral e bíceps femoral de ambos os membros; e avaliação dopplerfluxométrica das artérias femorais e carótidas e o ecocardiograma serão realizadas momento antes dos cães serem submetidos à VCI, entre o aumento das frequências de vibração e após a sessão de VCI. Os valores do hemograma e do exame bioquímico sanguíneo sérico renal, hepático e muscular, serão avaliados momentos antes da VCI e imediatamente após as sessões da VCI. Para análise estatística será utilizada a análise de variância (ANOVA) para amostras repetidas, com contrastes pelo método de Tukey e teste de Kolmogorov-Smirnov. Dados que não obedeçam às características da normalidade, será usado teste de Friedman. Para comparação entre os quatro grupos do estudo, será utilizada análise de variância para amostras independentes (ANOVA One way) para dados normais, e teste de Kruskal-Wallis, para dados fora das condições da normalidade. Diferenças serão consideradas significativas com p  0,05.