Busca avançada
Ano de início
Entree

Ecossistemas de empreendedorismo e inovação em redes internacionais de incubação de empresas do agronegócio

Processo: 18/11230-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 05 de agosto de 2018
Vigência (Término): 04 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Setores Específicos
Pesquisador responsável:Celso da Costa Carrer
Beneficiário:Celso da Costa Carrer
Anfitrião: Juan Antonio Raga Esteve
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universitat de València, Espanha  
Assunto(s):Inovação   Empreendedorismo   Incubadora de empresas   Agronegócio   Desenvolvimento econômico

Resumo

Os temas relacionados a empreendedorismo e ecossistema de inovação têm sido objeto de estudo com crescente interesse, por serem vetores relevantes para o desenvolvimento econômico local e global. Por sua vez, o agronegócio tem sido a mola propulsora da economia de países como o Brasil e outros da América Latina. Este setor necessita de inovações constantes a fim de se manter competitivo e atualizado com as importantes necessidades do século. Nesse contexto, as startups e spin-offs universitárias geradas em ecossistemas de inovação, além de gerarem inúmeros empregos, também são responsáveis pela resolução de problemas antigos e atuais no mundo. A partir dessas perspectivas, o projeto que se segue pretende estudar o processo de formação e desenvolvimento de ecossistemas de inovação e empreendedorismo em redes internacionais temáticas ligadas ao agronegócio. A metodologia a ser utilizada será baseada em pesquisa quantitativa (análise multivariada) e qualitativa (estudo de caso e análise de discurso) com os coordenadores de incubadoras e parques científicos/tecnológicos, empreendedores e stakeholders que orbitam a Rede Ibero-americana de Incubadoras de Empresas do Sistema Agroalimentar (Agroinncuba/CYTED) cuja coordenação se dá no âmbito do Parque Científico da Universidade de Valência (PCUV) na Espanha. Pretende-se, ao final, contribuir para o aumento do conhecimento da indução do desenvolvimento de novas startups e spin-offs, através do diagnóstico deste ecossistema e de boas práticas na formação empreendedora que podem ser reproduzidas em outros ecossistemas internacionais semelhantes. (AU)