Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudar a via do óxido nítrico/GMPc/glutamato no cérebro de ratos criados em isolamento a partir do desmame

Processo: 18/06702-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Andrea Carla Celotto
Beneficiário:Laísa Durigan
Instituição-sede: Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos Dr Paulo Prata (FACISB). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Esquizofrenia   Glutamatos   Óxido nítrico   Isolamento social   Afeto   Modelos animais de doenças

Resumo

INTRODUÇÃO: A esquizofrenia é uma doença com alta prevalência na população, desencadeada por fatores biopsicossociais, associados a fatores biológicos - genéticos e fisiológicos. Seus sintomas podem ser subdivididos em positivos, negativos e cognitivos; e as drogas antipsicóticas tradicionais, que possuem como alvos as vias dopaminérgicas e serotoninérgicas, têm demonstrado ineficiência no alívio dos dois últimos subtipos de sintomas citados. Estudos demonstram que o aumento da ativação dos receptores glutamatérgicos ionotrópicos NMDA influencia nos sintomas da esquizofrenia, pois ativam a via de sinalização NO/cGMP/PKC. Modelos farmacológicos e não farmacológicos têm sido empregados no estudo das alterações provocadas pela esquizofrenia. Na doença, estudos existentes são bastante divergentes em relação ao papel do NO, portanto o presente trabalho propõe a utilização de um modelo fisiológico para avaliar a expressão e atividade das NOS nas áreas cerebrais acometidas. OBJETIVOS: Avaliar as alterações moleculares induzidas por estresse afetivo (isolamento social a partir do desmame) aplicado em ratos durante todo o período do desenvolvimento cerebral, com ênfase na via de sinalização que envolve o óxido nítrico. MATERIAIS E MÉTODOS: serão utilizados ratos Wistar machos, com 21 dias de idade. Os animais serão divididos em "agrupados" e "isolados" por 10 semanas após o desmame, sendo posteriormente sacrificados e perfundidos para retirada do encéfalo. Os encéfalos serão seccionados nas áreas cerebrais de interesse para realização de imunohistoquímica. Será realizada a quantificação celular e análise de marcação positiva para iNOS, nNOS e eNOS; e determinação indireta de óxido nítrico (NO) tecidual.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.