Busca avançada
Ano de início
Entree

Educação básica e semiótica: do discurso científico a prática em sala de aula

Processo: 17/14300-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Diana Luz Pessoa de Barros
Beneficiário:Eliane Soares de Lima
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Semiótica   Letramento

Resumo

Este projeto de Pós-doutorado tem a intenção de apresentar e discutir as contribuições que a Semiótica Discursiva pode oferecer à Educação básica, sobretudo no que diz respeito às práticas de letramento em situação de aula. Nosso objetivo é chegar à didatização dos princípios teórico-metodológicos da teoria, transformando-os em objetos didáticos úteis aos educadores. Propomos, então, para chegar à didatização da teoria, três etapas de desenvolvimento da pesquisa: (i) um estudo crítico a respeito da teoria da transposição didática desenvolvida por Chevallard (1985, 1991) e seus comentadores (HALTÉ; BRONCKART; DEVELAY; entre outros), para nos mostrar as condições e as esferas nas quais a transposição se realiza, tentando formular as discussões em termos práticos; (ii) uma análise dos PCNs de Língua Portuguesa, para depreender, de um lado, as propriedades formais da situação didática ali vislumbrada, a estrutura narrativa (actancial e modal) a ela subjacente, e, de outro, o modo de articulação dos diferentes tipos de saber envolvidos nos conteúdos indicados, para assim chegar às especificidades do contexto didático para o qual o discurso científico da semiótica deverá ser transposto; (iii) um exame atento de livros e manuais didáticos elaborados por semioticistas para a Educação Básica, verificando o tratamento didático dado ao saber de referência, a sua correspondência às especificidades da prática pedagógica e dos conteúdos pressupostos pelos PCNS, os mecanismos fundamentais da transposição didática e/ou a necessidade de adequações. Interessa, por meio dessas três etapas da pesquisa, chegar a um programa de didatização da perspectiva teórico-metodológica da semiótica discursiva capaz de colaborar na elaboração de novos materiais didáticos de apoio, nos quais os conceitos teóricos mostrem a sua operacionalidade, a sua contribuição ao letramento escolar.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.