Busca avançada
Ano de início
Entree

'A velha Paris já terminou': a obra de Ana Cristina Cesar em trânsito

Processo: 18/08331-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Comparada
Pesquisador responsável:Viviana Bosi
Beneficiário:Fernanda Morse Valente Castro
Supervisor no Exterior: Michel Robert Jean Riaudel
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Paris-Sorbonne (Paris 4), França  
Vinculado à bolsa:16/17559-9 - O corpo do poema: uma leitura de Ana Cristina César, BP.IC
Assunto(s):Poesia   Teoria literária

Resumo

Esse projeto de estágio de pesquisa no exterior busca expandir e aprofundar investigações realizadas ao longo dos primeiro 12 meses de pesquisa de iniciação científica acerca da obra de Ana Cristina Cesar. Se no atual momento da pesquisa em curso no Brasil temos o intuito de investigar os procedimentos empregados pela autora com a finalidade de conferir um tipo de corporeidade à sua escrita, ou ao menos de expor o embate que a mesma trava com os limites da linguagem, o estágio de pesquisa sob orientação do Profº Drº Michel Riaudel nos possibilitaria uma expansão das ferramentas para tal investigação, uma vez que a intenção é entender como a influência de uma certa literatura e filosofia francesas passa a fomentar esse tipo de inquietação na escrita de Ana Cristina Cesar. Além disso, considerando que Riaudel além de ter escrito a sua tese de doutorado acerca da obra de Ana C., que hoje é uma referência crucial para os estudos sobre a autora, também traduziu parte de sua obra para o francês, desejamos realizar um estudo sobre essa tradução sob a luz das próprias considerações de Ana Cristina Cesar acerca de tal prática.Leitora declarada de poetas franceses que vêm a inaugurar a noção de poesia moderna, como Baudelaire, Rimbaud e Mallarmé, Ana C. lida com tais influências de modo intensamente autoral, incorporando aspectos da escrita alheia à sua para assim formar uma voz particular, em um processo de apropriação, reelaboração e crítica. Partindo de tais considerações, podemos traçar, então, uma rede de influências tanto do pensamento francês quanto da poesia francesa moderna sobre a obra de Ana Cristina Cesar, que absorve e reformula as suas premissas. A realização do estágio de pesquisa sob orientação do Prof.º Dr.º Michel Riaudel dará a oportunidade de se investigar mais a fundo a relação da autora com tais referências, uma vez que a sua tese de doutorado, intitulada Intertextualité et Transferts (Brésil, Etats-Unis, Europe): Réécritures de La Modernité Poétique dans l'oeuvre d'Ana Cristina Cesar (Rio de Janeiro, 1952-1983) (2007), se empenha, entre tantas outras coisas, em mapear e analisar intimamente tais correspondências entre obras que, fora da língua portuguesa, são em grande parte francesas e de língua inglesa, para, a partir disso, descobrir uma espécie de recepção e reelaboração da poesia moderna por Ana Cristina Cesar através da sua própria obra.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.