Busca avançada
Ano de início
Entree

O impacto dos sintomas ansiosos e depressivos na qualidade de vida e adequação social dos pacientes com epilepsia mioclônica juvenil

Processo: 18/03228-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Kette Dualibi Ramos Valente
Beneficiário:Isabelle Bimbatti Siqueira
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epilepsia mioclônica juvenil   Sinais e sintomas   Transtornos de ansiedade   Depressão   Qualidade de vida   Comportamento social

Resumo

Na epilepsia, os transtornos psiquiátricos podem ter um impacto maior sobre a qualidade de vida do que a frequência das crises epilépticas, mesmo considerando as epilepsias farmacorresistentes. De um modo geral, conhece-se mais sobre o impacto dos transtornos de humor, em especial a depressão, do que os transtornos de ansiedade. O transtorno de ansiedade, assim como, os sintomas ansiosos têm sido negligenciados na epilepsia. Além disso, não se conhece o impacto dos sintomas ansiosos e depressivos sobre a qualidade de vida na epilepsia mioclônica juvenil, uma epilepsia farmacossensível. Sabe-se que pacientes com epilepsia mioclônica juvenil e transtornos psiquiátricos, senso lato, apresentam pior prognóstico ao longo da vida. Neste estudo, avaliaremos o impacto dos sintomas ansiosos e depressivos na epilepsia mioclônica juvenil sobre a qualidade de vida e a adequação social. Para tal, estudaremos 30 pacientes com epilepsia mioclônica juvenil, previamente diagnosticados, acompanhados pelo Grupo de Pesquisa em Comorbidades Cognitivas e Psiquiátricas em Epilepsia do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP. Serão aplicadas escalas para sintomas ansiosos e depressivos, assim como, para qualidade de vida e funcionamento social. Este projeto de Iniciação Científica encontra-se vinculado ao Projeto de Mestrado da aluna Maria Luísa Maia Nobre de Paiva intitulado "O impacto da reabilitação cognitiva nas funções executivas e adequação social dos pacientes com epilepsia mioclônica juvenil", e o Projeto de Doutorado com o título "Disfunção executiva e impulsividade: estudo dos pacientes com epilepsia mioclônica juvenil e seus familiares" (aprovado pela Comissão de Ética para a Análise de Projetos de Pesquisa do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP - Protocolo de Pesquisa 2016/03976-7), da linha de pesquisa da mesma orientadora (CNPq 308968/2015-8; 307262/2011-1; 307105/2006-7; FAPESP 06/56971-0; 07/52110-3).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.