Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de dados no infravermelho de ondas longas (LWIR) e temperatura de superfície para caracterização de microexsudações de hidrocarbonetos terrestres

Processo: 17/25002-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Carlos Roberto de Souza Filho
Beneficiário:Saeid Asadzadeh
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sensoriamento remoto   Espectroscopia   Infravermelho   Petróleo

Resumo

As rochas capeadoras acima das armadilhas de Hidrocarbonetos (HC) não são perfeitamente eficientes e, portanto, os HCs gasosos leves podem percorrer a coluna estratigráfica, alcançar a superfície e desencadear uma série de alterações fisioquímicas e mineralógicas nos solos e sedimentos subjacentes. Ao longo dos anos, o sensoriamento remoto espectral foi utilizado para mapear as assinaturas de alteração mineralógica em sistemas de microexsudações sobre acumulações de HCs visando a detecção de óxidos de ferro, argilas e carbonatos. Nosso estudo recente indicou uma variedade bem maior de possíveis alterações mineralógicas induzidas por microexsudações em áreas petrolíferas. No entanto, aquela pesquisa, assim como a maioria dos outros estudos, utilizou apenas os comprimentos de onda do visível, infravermelho próximo (NIR) e infravermelho de ondas curtas (SWIR) para investigar o assunto. Existem outras mudanças diageneticas, como alterações de feldspato ou silificação, que não podem ser detectadas por dados de reflectância, mas podem ser abordados com dados de emissividade obtidos na região do infravermelho de ondas longas (ou termal) (LWIR; 8-14 µm). Os recentes avanços na tecnologia de detecção abrem novas oportunidades para aquilatar o uso de dados LWIR para a caracterização de microexsudações. Nesse contexto, essa pesquisa tem como objetivo desenvolver indicadores mineralógicos e geofísicos (i.e., contrastes de temperatura) para sistemas de microexsudações terrestres empregando tecnologia de última geração para aquisição de dados no infravermelho termal, incluindo espectrômetros FTIR portáteis, novas câmeras de imagem hiperespectral e nova geração de escaners hiperespectrales aerotransportados. Os objetivos da pesquisa podem ser dividos em dois principais: (i) detectar e caracterizar as variações mineralógicas ativas nos comprimentos de onda LWIR em múltiplas escalas e transformá-las em vetores de exploração para a detecção remota de microexsudações; e (ii) medir e investigar anomalias de temperatura sobre reservatórios de óleo e gás usando imagens noturnas do sensor ASTER. A pesquisa será realizada em três campos produtivos e plays petrolíferos localizados na região de Qom (Irã), Bacia de Tucano (BA, Brasil) e em sítios diversos nos EUA. O estudo integrará evidências obtidas a partir de (i) medições e amostragens in situ; (ii) espectroscopia LWIR em laboratório por sistemas imageadores e perfilhadores; e (iii) mapeamento da alteração e contrastes de temperatura de maior escala por sesnores termais aeroportados e orbitais. Esta pesquisa como um todo deverá fornecer novos conhecimentos sobre alterações induzidas por microexsudações. Um modelo de microexsudações maduro, baseado na detecção de fenômenos em múltipas faixas espectrais (VNIR-SWIR-LWIR) e anomalias da temperatura da superfície, podem reduzir as ambiguidades na interpretação de dados de sensoriamento remoto, aumentando assim a eficiência geral da técnica de exploração de petróleo e gás. O sensoriamento remoto de microexsudações também tem implicações importantes em estudos ambientais e Ciências Planetárias. O mapeamento preciso de áreas propensas à microexsudações pode ajudar a separar os terrenos que contribuem mais efetivamente para o estoque de metano geológico. A técnica também pode ser utilizada para localizar possíveis zonas de microexsudações responsáveis por exalações difusas de metano em outros planetas, como Marte. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ASADZADEH, SAEID; SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO. Characterization of microseepage-induced diagenetic changes in the Upper-Red Formation, Qom region, Iran. Part II: A new insight using reflectance spectroscopic analysis. MARINE AND PETROLEUM GEOLOGY, v. 117, JUL 2020. Citações Web of Science: 1.
ASADZADEH, SAEID; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO. Characterization of microseepage-induced diagenetic changes in the Upper-Red Formation, Qom region, Iran. Part I: Outcrop, geochemical, and remote sensing studies. MARINE AND PETROLEUM GEOLOGY, v. 117, JUL 2020. Citações Web of Science: 1.
ASADZADEH, SAEID; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO; NANNI, MARCOS R.; BATEZELLI, ALESSANDRO. Multi-scale mapping of oil-sands in Anhembi (Brazil) using imaging spectroscopy. International Journal of Applied Earth Observation and Geoinformation, v. 82, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.