Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das alterações na resposta lipolítica e na gliceroneogênese em territórios adiposos de diferentes localizações anatômicas induzidas pelo hipercortisolismo iatrogênico crônico

Processo: 18/16856-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Fabio Bessa Lima
Beneficiário:Ayumi Cristina Medeiros Komino
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/25129-4 - Hipercortisolismo Crônico Iatrogênico e suas implicações para a plasticidade do tecido adiposo uma análise da dinâmica da distribuição adiposa em um modelo experimental de Síndrome de Cushing, AP.TEM
Assunto(s):Endocrinologia   Síndrome de Cushing   Síndrome metabólica   Glucocorticoides   Tecido adiposo branco   Lipólise   Morfometria   Expressão gênica

Resumo

Os glicocorticoides são hormônios esteroides secretados pelo córtex adrenal. São essenciais para várias funções vitais e tanto seu excesso quanto sua ausência são ameaças à vida. O excesso de glicocorticoides sistêmico é conhecido como Síndrome de Cushing, uma desordem com inúmeras complicações, das quais muitas estão ligadas ao metabolismo de lipídios, tendo o tecido adiposo um papel central. Assim sendo, vias altamente ativas nos adipócitos, como a lipólise e a gliceroneogênese, podem ter função na fisiopatologia desta doença. No intuito de avaliar a contribuição destas vias e de diferentes territórios adiposos, levando em consideração que diferentes territórios possuem diferentes características, este projeto visa por meio de análise morfométrica, ensaios biológicos com adipócitos isolados, expressão gênica, proteica e atividade enzimática, caracterizar as mudanças ocasionadas sob exposição crônica a glicocorticoides, visto que há poucos estudos na literatura com modelos animais de tal síndrome, especialmente em relação à análise da resposta lipolítica e, principalmente, do papel da gliceroneogênese na alteração da plasticidade do tecido adiposo (isto é, na indução de maior adiposidade central visceral e redução da massa adiposa periférica). Além disso, o entendimento destas vias poderá elucidar o mecanismo de outras patologias que apresentam características similares com a Síndrome de Cushing, como a Síndrome Metabólica. (AU)