Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo para implantação do processo de produção do radiofármaco FES-18F em sistema automatizado: abordagem de validação de processo e de métodos analíticos

Processo: 18/13096-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Nuclear - Aplicações de Radioisótopos
Pesquisador responsável:Elaine Bortoleti de Araújo
Beneficiário:Luiza Mascarenhas Balieiro
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50332-0 - Capacitação científica, tecnológica e em infraestrutura em radiofármacos, radiações e empreendedorismo a serviço da saúde (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Medicina nuclear   Neoplasias mamárias   Radiofarmacologia   Receptores estrogênicos   Diagnóstico precoce

Resumo

O câncer de mama é uma das principais neoplasias que acometem as mulheres e a segunda maior causa de mortalidade do mundo, o avanço para diagnóstico precoce pode ser com o uso do Radiofámaco FES-18F, pois, possui afinidade pelo Receptor de Estrógeno presente em 75% dos casos de câncer de mama sendo possível para diagnóstico e acompanhamento do paciente de forma não-invasiva. Para a síntese do FES-18F utiliza-se um conjunto de reativos comerciais, adaptado a um módulo de síntese automatizado que opera através de um software e a validação do processo produtivo e análise dos controles de qualidade do produto acabado, constituem parte essencial das BPF e devem seguir as normas de agências internacionais e órgão nacionais como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Para que este radiofármaco Novo Inovador (nunca antes comercializado no país) possa ser registrado, devem ser apresentados resultados de estudos pré-clínicos, contemplados neste projeto. A elaboração e comercialização desse novo radiofármaco é de interesse para a medicina nuclear brasileira.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.