Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos da sinalização endocanabinóide e do canabidiol sobre parâmetros imunológicos em um modelo animal de ansiedade psicopatológica

Processo: 18/17387-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 30 de setembro de 2018
Vigência (Término): 29 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Francisco Silveira Guimaraes
Beneficiário:Alice Hartmann dos Santos
Supervisor no Exterior: Carsten T. Wotjak
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Max Planck Society, Munich, Alemanha  
Vinculado à bolsa:16/14282-6 - Avaliação dos efeitos do canabidiol sobre as alterações neuroimunoendócrinas e comportamentais induzidas pelo estresse em camundongos, BP.DR
Assunto(s):Citocinas   Ansiedade   Neuroinflamação

Resumo

A ansiedade é um transtorno mental comum que envolve alterações neuroendócrinas, neuroanatômicas, neuroimunológicas e dos níveis de neurotransmissores. Os transtornos de ansiedade são altamente correlacionáveis com outros transtornos mentais como depressão e transtorno de estresse pós-traumático, nos quais o envolvimento de citocinas pró-inflamatórias é melhor caracterizado e entendido. Dentre esses mediadores, interleucina-1² é amplamente descrita como um agente neuroinflamatório e antineurogênico, além de ser indutora de comportamentos relacionados à ansiedade e depressão em animais experimentais. O inflamassoma de NLRP3 (complexo multiprotéico citosólico ativado em resposta a dano tecidual, alterações no metabolismo intracelular e infecções) medeia a maioria dos efeitos de IL-1², uma vez que é a principal via de ativação desta citocina - permitindo a ativação do sistema imune inato e, consequentemente, a inflamação. A ativação do inflamassoma de NLRP2 tem sido amplamente descrita em modelos animais de transtornos mentais, como a depressão. O sistema endocanabinóide (ECB) é considerado um sistema de tamponamento ao estresse e de ações imunomoduladoras. Sua ativação normalmente induz efeitos anti-estresse, tipo-ansiolíticos e tipo-antidepressivas. O Canabidiol (CBD), um composto não psicotomimético da planta Cannabis sativa possui efeitos tipo-antidepressivos e tipo-ansiolíticos em modelos animais, assim como antividade anti-inflamatória. Os mecanismos exatos pelos quais esses efeitos ocorrem ainda não são completamente entendidos, mas parecem envolver outros alvos moleculares, além do sistema ECB. As linhagens de camundongos com índices normais ou exacerbados de comportamentos relacionados à ansiedade (high-anxiety behavior, HAB / normal-anxiety behavior, NAB) foram desenvolvidas através de acasalamentos seletivos para obter um modelo animal genético de ansiedade e depressão. Os animais HAB apresentam diversos prejuízos cognitivos, tipo-ansiogênicos e tipo-depressivos quando comparados aos animais NAB. Apesar de alterações mitocondriais já terem sido descritas nos animais HAB, o perfil imunológico e de citocinas (especialmente as alterações na via do inflamassoma de NLRP3) desses animais ainda não foi investigado até o presente momento. Nesse sentido, este projeto visa avaliar o perfil imunológico dos camundongos HAB/NAB. Além disso, pretendemos verificar se o tratamento agudo com o Canabidiol ou URB597, uma droga que aumenta a sinalização ECB, pode melhorar o prejuízo comportamental destes animais. Por fim, pretendemos avaliar o envolvimento de fatores imunológicos mediando esses possíveis efeitos, especialmente a via do inflamassoma de NLRP3.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.