Busca avançada
Ano de início
Entree

O diagnóstico da modernidade de Max Weber revisitados desde uma perspectiva política pós-marxista

Processo: 18/15821-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 28 de outubro de 2018
Vigência (Término): 27 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Teoria Política
Pesquisador responsável:Rúrion Soares Melo
Beneficiário:María Cecilia Ipar
Supervisor no Exterior: Jose Luis Villacañas Berlanga
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad Complutense de Madrid (UCM), Espanha  
Vinculado à bolsa:16/02974-0 - O diagnóstico da modernidade de Max Weber revisitado desde uma perspectiva discursiva pós-marxista e um horizonte político latino-americano, BP.DR
Assunto(s):Modernidade   Hegemonia   Populismo

Resumo

O seguinte trabalho persegue a construção de uma hermenêutica, a análise do alcance e da atualidade do diagnóstico weberiano da modernidade desde uma perspectiva política pós-marxista. Nesse sentido, o primeiro movimento será reconstruir uma leitura de Max Weber que nos permita aproximá-lo da análise política do discurso e da teoria da hegemonia. Em um segundo momento, no contexto de uma recuperação da sociologia compreensiva de Weber desde uma perspectiva teórica pós-marxista, iremos a interpretar seu diagnóstico da modernidade -os principais desafios, perigos e aporias que surgem ao redor do desencantamento do mundo e da perda de liberdade- de forma de poder analisar seu alcance e atualidade no contexto das sociedades democráticas contemporâneas. A pergunta geral que orienta a pesquisa é a seguinte: Por que e de que modo uma leitura pós-marxista do diagnóstico weberiano da modernidade pode ainda nos auxiliar na compreensão das especificidades do atual cenário e dinâmica política das sociedades democráticas ocidentais?