Busca avançada
Ano de início
Entree

Fabricação de um scaffold de nanofibras bifuncional para regeneração da dentina

Processo: 18/14257-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Diana Gabriela Soares dos Passos
Beneficiário:Ester Alves Ferreira Bordini
Supervisor no Exterior: Marco Cicero Bottino
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Michigan, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/20181-0 - Engenharia Tecidual e Biotecnologia aplicadas no desenvolvimento de scaffolds macroporosos contendo cálcio e com nano-topografia de superfície para modulação da regeneração do complexo dentino-pulpar, BP.DR
Assunto(s):Biomateriais   Células-tronco   Cárie dentária

Resumo

A aplicação da engenharia tecidual como uma estratégia para modular o processo de dentinogênese terciária, tem emergido como uma abordagem promissora com o intuito de melhorar a taxa de sucesso da regeneração dentinária local. Scaffolds com arquitetura de nanofibras são capazes de aumentar a expressão do fenótipo odontoblástico de células mesenquimais indiferenciadas da polpa (DPSCs) devido a sua similaridade com a matriz extracelular natural. Além disso, as malhas de nanofibras podem atuar como um sistema de liberação controlada de drogas, criando superfícies ativas. Assim, o objetivo deste estudo é desenvolver um scaffold de nanofibras com múltiplas camadas para a regeneração dentinária. Uma combinação de polímeros artificiais e naturais será feita para fornecer adequada resistência mecânica e resposta celular. A superfície que ficará em contato com o substrato dentinário será enriquecida com antibióticos (ABL) afim de permitir atividade antibacteriana local. A concentração do antibiótico será selecionada pelo ensaio de difusão em ágar e unidades formadoras de colônia sobre as espécies Actinomyces naeslundii e Lactobacillus casei. Uma camada bioativa (BL) será formada para interagir com o tecido pulpar e para modular a regeneração dentinária pelas células residentes DPSCs. Esta camada será enriquecida com óxido de cálcio a uma concentração capaz de aumentar a expressão dos marcadores odontoblásticos (ensaio pNPP) pelas DPSCs, mas que não cause efeito citotóxico (Live/Dead e ensaio MTS) sobre as células. As camadas ABL e BL serão caracterizadas por microscopia eletrônica de varredura, ângulo de contato, microscopia de força atômica, espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier e análise termogravimétrica. Em seguida, uma membrana multicamada (FGM) será obtida pela técnica de electrospinning e também será caracterizada. Este material inovador será fabricado para ser constituído por uma camada antibacteriana, uma camada central e uma camada bioativa. Essa membrana FGM será avaliada quanto ao seu potencial de inibir a adesão bacteriana e de induzir o fenótipo odontoblástico sobre as células da polpa, sendo o sistema de engenharia tecidual livre de células testado. Os dados obtidos serão submetidos a análise estatística específica.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.