Busca avançada
Ano de início
Entree

Melhoramento de fragmentos de anticorpos humanos (scFvs) específicos para peçonhas animais

Processo: 18/14158-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 15 de novembro de 2018
Vigência (Término): 14 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Eliane Candiani Arantes Braga
Beneficiário:Felipe Augusto Cerni
Supervisor no Exterior: Andreas Hougaard Laustsen
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Technical University of Denmark (DTU), Dinamarca  
Vinculado à bolsa:17/14035-1 - Melhoramento de fragmentos de anticorpos humanos (scFVs) específicos para peçonhas animais, BP.PD
Assunto(s):Reumatologia

Resumo

A produção de anticorpos monoclonais (mAbs) foi descrita pela primeira vez em 1975, com a descoberta da técnica de hibridoma. Embora a técnica do hibridoma tenha sido descrita em 1975, apenas 10 anos depois, em 1985, o primeiro anticorpo monoclonal foi liberado para uso terapêutico em seres humanos. No entanto, somente após a otimização de algumas técnicas desses mAbs, o mercado farmacêutico com anticorpos monoclonais teve um crescimento notável. Entre as otimizações, podemos destacar a tecnologia de DNA recombinante e a técnica Phage Display. Recentemente, a representação dos anticorpos monoclonais (ex. murino, quimérico, humanizado ou humano) no mercado farmacêutico é uma realidade, sendo utilizados nas terapias mais avançadas para o tratamento de uma variedade de doenças (por exemplo, câncer, alergia, doenças autoimunes). Com 47 mAbs já comercializados em 2017, há uma expectativa de mais de 70 em 2020. O grupo do Dr. Barbosa vem trabalhando com anticorpos monoclonais para fragmentos humanos direcionados a venenos há muitos anos. Usando a tecnologia Phage Display, o laboratório de Barbosa produziu anticorpos humanos scFv (fragmento variável de cadeia única) para muitas peçonhas - Serrumab, Bothrumab, Crotumab, Lachesumab, Micrurumab e Afribumab. Desta forma, o grupo pretende produzir melhores antivenenos (nova geração de antivenenos), ou seja, substituir o uso de antivenenos heterólogos utilizados há mais de um século. No entanto, antes destes anticorpos chegarem ao mercado, eles ainda precisam de melhoramentos em sua afinidade, formatos, bem como, precisam de alguns testes complementares. Portanto, o presente estudo irá melhorar a afinidade e os formatos dos anticorpos de Serrumab e Afribumab.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PUCCA, MANUELA B.; CERNI, FELIPE A.; OLIVEIRA, ISADORA S.; JENKINS, TIMOTHY P.; ARGEMI, LIDIA; SORENSEN, CHRISTOFFER V.; AHMADI, SHIRIN; BARBOSA, JOSE E.; LAUSTSEN, ANDREAS H. Bee Updated: Current Knowledge on Bee Venom and Bee Envenoming Therapy. FRONTIERS IN IMMUNOLOGY, v. 10, SEP 6 2019. Citações Web of Science: 0.
PUCCA, MANUELA B.; CERNI, FELIPE A.; JANKE, RAHEL; BERMUDEZ-MENDEZ, ERICK; LEDSGAARD, LINE; BARBOSA, JOSE E.; LAUSTSEN, ANDREAS H. History of Envenoming Therapy and Current Perspectives. FRONTIERS IN IMMUNOLOGY, v. 10, JUL 10 2019. Citações Web of Science: 1.
OLIVEIRA, ISADORA S.; FERREIRA, ISABELA G.; ALEXANDRE-SILVA, GABRIEL M.; CERNI, FELIPE A.; CREMONEZ, CAROLINE M.; ARANTES, ELIANE C.; ZOTTICH, UMBERTO; PUCCA, MANUELA B. Scorpion toxins targeting Kv1.3 channels: insights into immunosuppression. Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases, v. 25, APR 15 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.