Busca avançada
Ano de início
Entree

Letramento digital e intervenção programada remota a idosos por meio do uso de dispositivos móveis

Processo: 18/14592-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Meire Cachioni
Beneficiário:Lilian Ourem Batista Vieira Cliquet
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/19915-0 - Letramento digital e intervenção programada remota a idosos por meio do uso de dispositivos móveis., AP.R
Assunto(s):Letramento digital   Inclusão digital   Dispositivos móveis   Idosos

Resumo

Na era digital faz-se importante construir estratégias educacionais para preparar pessoas idosas a lidar com recursos tecnológicos e promover sua inclusão digital. O ESPIM - Experience Sampling and Programmed Intervention Method - é um sistema computacional que permite realizar a autoria de programas interventivos e o monitoramento de usuários idosos quanto ao uso e desempenho de dispositivos móveis. O presente projeto pretende estimular e monitorar o uso de dispositivos móveis - smartphones e tablets - e avaliar o desempenho de usuários idosos, por meio do sistema ESPIM. Participarão cerca de 240 idosos (60 anos de idade e mais) matriculados em projetos de inclusão digital do programa Universidade Aberta à Terceira Idade da Universidade de São Paulo da Escola de Artes, Ciências e Humanidades e no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação de São Carlos, ao longo de quatro semestres. A intervenção toma como base o ESPIM que combina enquanto método a) técnicas de ESM; b) procedimentos selecionados de Programação de Ensino; e c) Computação Ubíqua para aumentar a efetividade da coleta de dados em ambiente natural. Com base nas informações coletadas acerca do desempenho com os dispositivos móveis e aplicativos de interesse será possível traçar novas estratégias de ensino-aprendizagem e sanar dificuldades quanto à usabilidade por usuários idosos. Os dados coletados serão analisados em termos de desempenho e autoeficácia por meio de análises descritivas e testes estatísticos apropriados de acordo com as propriedades da amostra. Espera-se como principais resultados: 1) estimular o uso de dispositivos móveis em ambiente natural por idosos; 2) promover avaliações mais positivas de autoeficácia quanto ao uso dos mesmos; 3) promover efetivo letramento digital dos idosos; 4) validar o ESPIM para intervenções de letramento digital em pessoas idosas.