Busca avançada
Ano de início
Entree

Onde pacientes com Câncer preferem morrer? Associação das preferências expressas em vida e a realidade de pacientes do Brasil, Portugal e Inglaterra

Processo: 18/08728-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Bianca Sakamoto Ribeiro Paiva
Beneficiário:Talita Caroline de Oliveira Valentino
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia   Neoplasias   Cuidados paliativos   Morte   Preferência do paciente   Brasil   Portugal   Inglaterra

Resumo

O ideal seria que o paciente morresse no local desejado a fim de que sua vontade fosse respeitada. Identificar e compreender os fatores que levam os pacientes a escolherem o local de preferência de óbito e o real local de ocorrência, é essencial para planejar o cuidado de qualidade a estes pacientes e aos seus cuidadores familiares (CFAM), inclusive no período pós-óbito. Esta pesquisa trata-se de um assunto ainda não explorado na Literatura Brasileira, mais especificamente na área da Oncologia, assim como a comparação com a realidade de outros países é um fator determinante para distinguir a magnitude das diferenças socioculturais e econômicos que envolvem estas nações e pode gerar através dos resultados propostas de melhoria no âmbito de políticas públicas de saúde. Objetivo: Avaliar a preferência do local de óbito de pacientes com Câncer e identificar a concordância desta preferência com seus cuidadores familiares e o real local de ocorrência. Materiais e métodos: Estudo multicêntrico de coorte, longitudinal, prospectivo que será realizado no Hospital de Câncer de Barretos, Instituto Português de Oncologia - IPO- Porto e Instituto Cicely Saunders de Cuidados Paliativos. Serão incluídos pacientes em tratamento sistêmico paliativo e/ou em cuidados paliativos individualizado, expectativa de vida e 3 meses e d 12 meses, performance status d 2 e seus cuidadores familiares. A amostra será composta por 374 pacientes e 374 cuidadores familiares. Os participantes serão investigados quanto a preferência de local de óbito em situações específicas e em duas etapas distintas, sendo a etapa 2 durante o período de tratamento do paciente e a etapa 3 em um período de 3 a 12 meses após a entrevista na etapa 2. Resultados esperados: Espera-se identificar a preferência do local de óbito dos pacientes brasileiros com Câncer e se esta preferência foi atendida, comparar estes resultados entre os países envolvidos na pesquisa e propor medidas mais eficazes que possam atender aos pacientes, seus cuidadores familiares assim como direcionar melhor os cuidados planejados das instituições e profissionais de saúde. (AU)