Busca avançada
Ano de início
Entree

Extração, purificação e formulação da latrunculina A: aplicação em cultura de células

Processo: 18/14304-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 31 de outubro de 2018
Vigência (Término): 27 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Elenice Deffune
Beneficiário:Aruã Mastrangelo Prudenciatti
Supervisor no Exterior: Khalid A. El Sayed
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Louisiana at Monroe (ULM), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/24467-3 - Uso da Latrunculina no controle de microrganismos: aplicação em engenharia celular, BP.IC
Assunto(s):Controle da qualidade   Contaminação   Laboratórios   Macrolídeos   Cultura de células

Resumo

Contaminação microbiológica é um problema que afeta diversos laboratórios de pesquisa ao redor do mundo, arruinando os trabalhos em desenvolvimento. Compostos alternativos devem ser descobertos e avaliados de forma a sobrepujar tais barreiras. As Latrunculinas são macrolídeos marinhos extraídos do porífero Negombata magnifica que habita o mar vermelho. Estes compostos ligam-se com os monômeros de actina inibindo sua polimerização. A actina, por sua vez, é uma importante proteína estrutural envolvida em sobrevivência celular e motilidade. A Latrunculina A, especificamente, demonstrou ter uma potente inibição dos fungos mais prevalentes em laboratórios de cultura celular e pouca agressividade a células em suspensão do tipo RAJI. No entanto, a dificuldade de obtenção de quantidades suficientes da substância, adjunto de sua baixa solubilidade e estabilidade em soluções aquosas representa uma barreira em seu uso como uma inovadora classe de controlador microbiológico bem como seu uso em protocolos de recuperação de culturas contaminadas. Para superar este desafio, este estudo colaborativo propõe extrair e isolar quantidades relevantes de Latrunculina A, seguida de uma formulação farmacêutica com o objetivo de garantir sua solubilidade e estabilidade em soluções aquosas, fato que gerará uma nova fórmula preventiva para diversas técnicas de engenharia celular e biologia molecular. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.