Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do hexafluoro-2- propanol na lesão de isquemia e reperfusão hepática normotérmica

Processo: 18/07000-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Joel Avancini Rocha Filho
Beneficiário:Jonathan Augusto Venceslau Lima
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fígado   Anestesiologia   Isquemia e reperfusão

Resumo

Introdução: Um dos principais problemas clínicos após o transplante de fígado (TF) e ressecções hepáticas é a disfunção hepática decorrente da lesão de isquemia e reperfusão (IR). Várias estratégias têm sido implementadas para diminuir a lesão de IR. Recentes estudos experimentais demonstraram efeitos protetores em tecidos com o uso dos metabolitos do sevoflurano, relacionados principalmente aos grupos estruturais de carbono trifluorinado (CF3). A nossa hipótese é que a administração endovenosa do metabólito hexafluoro-2-propanol (HFIP) diminui a lesão de isquemia reperfusão hepática.Objetivo: Avaliar os efeitos da administração hexafluoro-2-propanol em modelo experimental de lesão de isquemia e reperfusão hepática normotérmica em ratos.Métodos: Serão estudados 60 ratos Wistar randomizados em 4 grupos: grupo Sham (S); grupo Controle (C), os animais serão submetidos a 30 min de isquemia hepática normotérmica; grupo Sevofluorano, animais submetidos a IR serão tratados com sevoflurano inalatório a 2,5% por 30 min antes da isquemia; grupo HFIP, animais serão tratados com infusão endovenosa de HFIP, 67 mg/Kg, antes da isquemia. Será realizada avaliação hemodinâmica sistêmica e do fluxo sanguíneo portal nos tempos após a indução da anestesia, 5 min após indução da isquemia, imediatamente antes da reperfusão, 5 min após a reperfusão, 30 min e 4 h apos a reperfusão. Quatro horas após a reperfusão os animais serão sacrificados para coleta de sangue e tecido. Serão avaliados os níveis de AST e ALT, TNF5Â, IL-6 e IL-10, funções mitocondriais, malondialdeído e histologia do fígado, tromboelastometria, plaquetas, permeabilidade e mieloperoxidase pulmonar. Serão consideradas estatisticamente significativas diferenças com p< 0,05.