Busca avançada
Ano de início
Entree

Entre a ordem escravista e a modernidade: Minha Vida de Menina, de Helena Morley

Processo: 18/10986-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Fabio Cesar Alves
Beneficiário:Felipe Veríssimo Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hibridismo   Processo social   Liberalismo   Escravidão   Abolição da escravidão (1888)   Modernidade

Resumo

Este projeto pretende investigar na obra "Minha vida de menina" (1942), de Helena Morley, a perspectiva ambivalente da diarista quanto às personagens negras do livro. Tal objetivo pressupõe analisar de que maneira a protagonista transita entre um olhar pró-hegemônico e um ponto de vista contra-ideológico em relação à escravidão, então recém-abolida. Trata-se de entender como os movimentos de Helena estilizam uma realidade histórica situada entre o universo arcaico-escravista e o liberal-moderno, de modo a operar com a reiteração da lógica senhorial, mas também sua reversão simbólica, em uma Diamantina que vivia um curioso período de nivelamento social e de reforço dos laços comunitários.