Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da deleção da sintase do óxido nítrico induzida (iNOS) sobre a manifestação de sintomas extrapiramidais em camundongos

Processo: 18/14569-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Elaine Aparecida Del Bel Belluz Guimarães
Beneficiário:Rafaela Aparecida Ponciano da Silva de Moraes
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/25029-4 - Estudo da contribuição do processo inflamatório na discinesia induzida por L-DOPA na Doença de Parkinson, AP.TEM
Assunto(s):Neurofisiologia   Haloperidol   Dopamina   Catalepsia   Óxido nítrico sintase tipo II

Resumo

Animais tratados com reserpina, cujo mecanismo de ação é a depleção de monoaminas pela inibição do seu transportador vesicular, desenvolvem um quadro hipercinético orofacial que guarda semelhança tanto com a discinesia tardia induzida por tratamento crônico com haloperidol (antipsicótico típico) quanto com as alterações induzidas por L-DOPA. Nossos estudos, de forma pioneira, revelaram que a inibição farmacológica da enzima de síntese do óxido nítrico (NO) diminui significativamente a discinesia induzida por L-DOPA em modelo experimental da doença de Parkinson. O objetivo desse trabalho é investigar, utilizando animais geneticamente modificados (iNOS KO), como se manifestam os movimentos orais involuntários após tratamento com reserpina na ausência da enzima iNOS. Adicionalmente, serão investigadas possíveis alterações na expressão de microglia ativada e astrócitos reativos no modelo de reserpina e se esse padrão é distinto nos animais deficientes para a enzima iNOS.