Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da fratura de dentes em relação à presença ou ausência de restaurações de amálgama: um estudo caso-controle

Processo: 18/14926-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Eduardo Bresciani
Beneficiário:Victor Ruano
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Falha de restauração dentária   Restauração dentária   Amálgama dentário   Fraturas dos dentes   Hábitos parafuncionais   Análise visual

Resumo

O objetivo deste estudo de caso controle será avaliar se as fraturas dentárias estão associadas a presença ou não de restaurações em amálgama de prata. Como objetivo secundário, iremos analisar fatores que poderão estar relacionados à fratura do dente (hábito parafuncional, faceta de desgaste e presença de material forrador). Para isto, pacientes que apresentarem dentes fraturados, com ou sem a presença de restaurações de amálgama de prata, serão selecionados, sendo este o grupo caso. Para o grupo controle, serão selecionados dentes sem fratura com ou sem restaurações em amálgama, seguindo parâmetros de idade, gênero e grupo de dentes dos pacientes incluídos no grupo caso. Para o grupo caso, em que os dentes apresentam a fratura, o remanescente dental será medido. Quando da presença de restaurações, o tipo de material e as extensões mésio-distal e vestíbulo-lingual da restauração e da cúspide fraturada serão analisados, além da presença de linhas de fraturas e facetas de desgaste. Tanto os dentes do grupo controle quanto os do grupo caso, serão radiografados (a fim de avaliar comprometimento pulpar), moldados e fotografados, para análise visual da cavidade/restauração. As fraturas/restaurações serão avaliadas por dois examinadores, devidamente calibrados. Os dados serão avaliados por teste Qui-quadrado (5%) e Odds Ratio.