Busca avançada
Ano de início
Entree

Expansão lexical em Português do Brasil: uma abordagem Psicolinguística

Processo: 18/15718-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Psicolinguística
Pesquisador responsável:Thiago Oliveira da Motta Sampaio
Beneficiário:Fernando Luís Sabatini
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Léxico   Formação das palavras   Português do Brasil   Análise de conteúdo

Resumo

A psicolinguística oferece muitas evidências sobre como compreendemos palavras. Há estudos sobre a leitura de palavras compostas, as diferenças entre palavras em pessoas bilíngues, os efeitos de frequência no processamento das palavras isoladas ou em um contexto, dentre outros fenômenos. Porém, até onde sabemos, não existe nenhum estudo psicolinguístico sobre a Expansão Lexical. Segundo Kriauiknien & Sangailait (2016), a formação de uma nova palavra pode ocorrer de três maneiras: (I) uma nova composição morfológica com peças já existentes, como a adição de afixos (ex. descafeinar), (II) shifts semânticos de palavras já existentes (ex: 'esse rapaz é um monstro'; sentido positivo vs. pejorativo) e (III) empréstimos. Após aplicarmos um estudo piloto sobre palavras emprestadas do inglês que aceitam morfemas do português (ex. bugar, clipagem, fashionismo), buscamos, além de reforçar esse estudo melhorando fatores de controle como frequência de uso e grafia da palavra, estudar o próprio processo de expansão lexical. Propomos um protocolo experimental no qual realizaremos testes de decisão lexical e de priming de pseudopalavras/logatomas em três grupos de participantes: (I) participantes que não foram expostos à pseudopalavras, (II) pessoas que foram expostas a um texto que induz um sentido para cada pseudopalavra, possuindo então um conhecimento implícito sobre o conteúdo lexical e (III) pessoas que foram expostas ao texto e a um glossário que sugere sentido a cada pseudopalavra, possuindo então um conhecimento explícito sobre o conteúdo lexical. Com esse projeto, buscamos jogar luz e iniciar/expandir o estudo experimental sobre a expansão lexical no Português do Brasil.