Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão e purificação de enzimas xilanolíticas recombinantes e estudo de suas atividades contra arabinoxilanos de trigo e cana-de-açúcar

Processo: 18/04504-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Richard John Ward
Beneficiário:Carolina Victal Garbelotti
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hidrólise enzimática   Glucuronidase   Endo-1,4-beta-xilanases

Resumo

A procura por métodos de aproveitamento da biomassa lignocelulósica para produção de etanol de segunda geração tem incentivado a pesquisa por enzimas que possam degradar esta matéria prima e disponibilizar açúcares fermentáveis. Entretanto, a composição variada e recalcitrante da biomassa lignocelulósica exige um conjunto de enzimas agindo sinergicamente para sua completa hidrólise. Assim, este projeto tem como objetivo a expressão, purificação e avaliação da atividade das enzimas Ferulouil Esterase (Fae), Acetil Xilano Esterase (Axe), Arabinofuranosidase (Ara), Xilanase (Xil) e ±-Glucuronidase (AGlu), que têm como substrato diferentes ligações glicosídicas do polissacarídeo arabinoxilano presentes nesta matéria prima complexa. Plasmídeos pET-28 com insertos das enzimas serão transformados em cepas de Escherichia coli. As enzimas serão purificadas por cromatografia de afinidade e utilizadas na verificação de suas atividades, sozinhas e em sinergia, contra arabinoxilano de trigo e cana-de-açúcar, visando avaliar a possibilidade de elaboração de misturas para compor coquetéis enzimáticos eficientes para hidrólise da biomassa em que as enzimas trabalhem sinergicamente.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.