Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito de antipsicóticos e do canabidiol em cultura de oligodendrócitos tratados com cuprizona: implicações para mielinização

Processo: 18/10362-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Daniel Martins-de-Souza
Beneficiário:Ana Caroline Brambilla Falvella
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/08711-3 - Desenvolvimento de um teste preditivo para medicação bem sucedida e compreensão das bases moleculares da esquizofrenia através da proteômica, AP.JP
Assunto(s):Esquizofrenia   Antipsicóticos   Cuprizona   Canabidiol

Resumo

Distúrbios nos oligodendrócitos e na integridade da mielina são observados em certos transtornos, como na esquizofrenia. Neste contexto, modelos tóxicos de desmielinização são ferramentas utilizadas para a compreensão dos mecanismos envolvidos na desmielinização, remielinização e nos distúrbios dos oligodendrócitos. Por sua vez, abordagens proteômicas são de suma importância para a compreensão dos processos envolvidos em diferentes distúrbios neurológicos, através da compreensão das bases bioquímicas, por meio da identificação de vias e proteínas diferencialmente expressas em certos distúrbios cerebrais. No presente trabalho será utilizado o modelo farmacológico de desmielinização induzida por cuprizona em culturas de células de oligodendrócitos humanos (linhagem MO3.13), com intuito de testar os efeitos dos antipsicóticos (clozapina e haloperidol), canabidiol e da benzatropina quanto aos seus potenciais efeitos protetores ou tóxicos. Após o tratamento dos oligodendrócitos com as drogas citadas acima, será realizada a extração e digestão do proteoma para análise por meio de nano-cromatografia acoplada à espectrometria de massas, com a finalidade de investigar as proteínas e vias envolvidas nos processos de desmielinização, remielinização e de proliferação de oligodendrócitos. Nesse contexto, o presente estudo contribuirá para o entendimento dos mecanismos bioquímicos envolvidos na ação dessas drogas sobre os oligodendrócitos, e suas possíveis implicações na fisiopatologia e tratamento da esquizofrenia.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SEABRA, GABRIELA; FALVELLA, ANA CAROLINE B.; GUEST, PAUL C.; MARTINS-DE-SOUZA, DANIEL; DE ALMEIDA, VALERIA. Proteomics and Lipidomics in the Elucidation of Endocannabinoid Signaling in Healthy and Schizophrenia Brains. PROTEOMICS, v. 18, n. 18, SI SEP 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.