Busca avançada
Ano de início
Entree

Vinculando bactérias benéficas do solo na rizosfera com a indução gênica em rúcula

Processo: 18/16581-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 28 de outubro de 2018
Vigência (Término): 27 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:José Maurício Simões Bento
Beneficiário:Rafaela Cristina dos Santos
Supervisor no Exterior: Paul W Pare
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : Texas Tech University (TTU), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/17952-2 - Quantificação e rastreamento do nicho de colonização de Bacillus amyloquefaciens GB03 em rúcula (Eruca sativa) na defesa contra Plutella xylostella e Spodoptera frugiperda, BP.DR
Assunto(s):Entomologia   Proteínas de fluorescência verde

Resumo

Bacillus amyloliquefaciens GB03 é uma importante rizobactéria promotora de crescimento de plantas (RPCP), que tem demonstrado promover o crescimento e tolerância a estresses bióticos e abióticos em Arabidopsis thaliana, bem como, genes envolvidos nessas interações tem sido identificados. Embora o entendimento sobre os mecanismos envolvidos nas relações que GB03 participa, o monitoramento de RPCP tem sido um entrave na utilização desses microrganismos no campo. Marcadores como proteína verde fluorescente (GFP) tem sido utilizados no intuito de compreender a atividade desses microrganismos no solo. Este estudo almeja monitorar e quantificar a colonização de GB03 em raízes e rizosfera de plantas de rúcula, por meio da inserção do plasmídio pNKGFP, que possui uma GFP, combinado com a técnica de RT-PCR. Este é o primeiro relato de monitoramento de GB03 utilizando-se a técnica de GFP. Para esta finalidade, as plantas de rúcula serão protegidas ou expostas ao dano da traça-das-crucíferas (Plutella xylostella), com o objetivo de verificar se o estresse ocasionado pela alimentação do inseto pode provocar alterações na colonização de GB03 no sistema radicular de rúcula. Em adição, busca-se estimar a capacidade de GB03 em melhorar parâmetros fisiológicos de plantas de rúcula, bem como, verificar como GB03 pode influenciar na síntese de glucosinolatos por plantas de rúcula, na presença ou ausência de P. xylostella e constatar se primers utilizados para identificação de genes envolvidos na síntese de glucosinolatos em Arabidopsis podem ser utilizados para plantas de rúcula. Deste modo, com o melhor entendimento dos mecanismos envolvidos nas interações com GB03, espera-se que este estudo possa auxiliar em pesquisas fututras envolvendo PGPR e tornar seu uso na agricultura mais consistente.