Busca avançada
Ano de início
Entree

Diagnóstico ambiental no córrego do limoeiro à jusante do Balneário da Amizade, Presidente Prudente (SP)

Processo: 18/09976-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Recursos Hídricos
Pesquisador responsável:Danielli Cristina Granado Romero
Beneficiário:Roger da Silva Costa
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Diagnóstico socioambiental   Impactos ambientais   Qualidade da água   Pesquisa bibliográfica   Presidente Prudente (SP)

Resumo

A água é um bem natural extremamente importante à vida, está presente desde o funcionamento biológico das células de um ser vivo até o equilíbrio de todo um ecossistema. Este recurso possui variados usos, dentre eles: o abastecimento doméstico, a irrigação, o industrial, o animal e entre outros, em decorrência disso, da má administração e fiscalização, da ocupação irregular nas margens e poluição, os corpos d'água têm sofrido inúmeros impactos ambientais, promovendo alterações nas características físicas, químicas e biológicas. Portanto, esta proposta tem o objetivo de realizar um diagnóstico ambiental em um trecho urbano do Córrego do Limoeiro, a jusante do Balneário da Amizade, em Presidente Prudente (SP), com vista a compreender os danos causados pela ocupação humana e pelos usos dos recursos hídricos, a partir da aplicação do Protocolo de Avaliação Rápida da Diversidade de Habitat conforme proposto por Callisto et al. (2002) e da análise de parâmetros de qualidade da água, como: oxigênio dissolvido, potencial hidrogeniônico (pH), temperatura, condutividade, turbidez, materiais em suspensão e concentrações de nitrogênio e fósforo totais. A metodologia de trabalho contará com a realização de revisão bibliográfica e discussões a partir de trabalhos de campo com observações in loco sobre as condições ambientais do córrego, analisando, principalmente, a ocupação das margens, erosão e assoreamento, interferências antrópicas, cobertura vegetal, odor, alterações no canal, características do fundo e estabilidade do corpo d'água.