Busca avançada
Ano de início
Entree

O surgimento da cultura visual protestante brasileira: o caso da chegada e do uso de imagens estadunidenses usadas nas escolas dominicais brasileiras entre 1890 e 1945

Processo: 18/12666-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Teologia - História da Teologia
Pesquisador responsável:Helmut Renders
Beneficiário:Kalindy Hyandra Fiorio
Instituição-sede: Diretoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Instituto Metodista de Ensino Superior (IMS). São Bernardo do Campo , SP, Brasil
Assunto(s):Cultura visual   Simbolismo religioso   Imagem (artes)   Iconografia   Protestantismo   Brasil

Resumo

A pesquisa aqui proposta é uma ramificação do projeto "Cultura visual evangélica: o surgimento" de Helmut Renders (FAPESP: Processo 2015.13737-7 Projeto regular / Projeto 64/2015 CONSUN/Umesp) e foca nas expressões da cultura visual protestante produzidas pelas agências promotoras estadunidenses das escolas dominicais evangélicas entre 1890 e 1945. Faz parte do projeto: (a) o levantamento de dados, isso é, a coleção de imagens distribuídas nas escolas dominicais e hoje ainda encontradas em acervos, arquivos e bibliotecas de instituições religiosas (ou seja, não se trata de ilustrações em livros ou cadernos); (b) a análise dos objetos quanto a sua origem, eventualmente, a sua circulação, e ao seu uso; (c) interpretação dos seus estilos, das suas composições, dos seus conteúdos, temas, motivos etc. O objetivo geral dessa pesquisa é exemplificar um aspecto da existência de uma cultura visual evangélica já na chegada do protestantismo da missão no Brasil; os objetivos específicos são (a) conhecer as características desse material considerando a sua provável contribuição para o desenvolvimento de um imaginário religioso protestante específico; (b) fazer estudos específicos a respeito de alguns desses objetos usando o método de Erwin Panofsky (leitura pré-iconográfica; iconográfica e iconológica), no desejo de interpretá-los como referências de uma época e uma forma de religião específica. Justifica-se essa proposta pela falta de estudos especializados e mais detalhados quanto à existência de uma cultura visual evangélica, neste caso, da sua fase inicial, protestante. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.