Busca avançada
Ano de início
Entree

Sombras de Reis Barbudos: ditadura militar e literatura: uma análise semiótica

Processo: 18/14391-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Mariana Luz Pessoa de Barros
Beneficiário:Rafaela Mathias
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura brasileira   Semiótica   Ditadura

Resumo

O presente projeto visa a contribuir para uma reflexão da relação que se estabelece entre a literatura brasileira e o regime militar brasileiro. A partir da teoria semiótica proposta por Greimas e de seus desdobramentos atuais, pretende-se analisar o livro Sombras de reis barbudos (1972), de José J. Veiga, mostrando de que forma essa obra constrói uma perspectiva singular com relação à história da ditadura militar. A pesquisa dialogará também com as reflexões de Michel Foucault, especialmente em seu livro Vigiar e punir (1999), para entender a relação de poder que se estabelece nas instituições sociais, conhecidas como "instituições de sequestro" e "instituições disciplinares", e ainda o modo como esse poder molda a vida dos indivíduos.