Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da contaminação por metais na interação entre predador e presa do entremarés rochoso

Processo: 17/09641-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 14 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ronaldo Adriano Christofoletti
Beneficiário:Andre Luiz Pardal Souza
Supervisor no Exterior: Stuart Rees Jenkins
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Bangor University, País de Gales  
Vinculado à bolsa:15/26859-3 - Integração de processos ecológicos em diferentes escalas espaciais: o exemplo de um sistema presa-predador do entremarés, BP.DR
Assunto(s):Ecologia marinha   Cobre   Predação

Resumo

Interações tróficas são fundamentais na regulação de comunidades ecológicas. Enquanto que pesquisas têm elucidado com sucesso a relação entre variação ambiental natural e interações bióticas, existem ainda grandeslacunas em relação a como estressores antropogênicos podem afetar estes processos ecológicos. Esta é uma demanda urgente em um mundo sob extensa e crescente pressão humana. Dentre os estressores antropogênicos, a contaminação por metais figura como um problema mundial. Atividades humanas aumentam exponencialmente a concentração de metais nas regiões costeiras, os quais podem ser tóxicos e causar impactos ecológicos. A contaminação por metais pode alterar a força de interação entre consumidores e suas presas, com efeitos potenciais na regulação de comunidades e funcionamento dos ecossistemas. Entretanto, a relação entre contaminação e interações tróficas continua pouco compreendida. O principal objetivo desta proposta de BolsaEstágio de Pesquisa no Exterior (BEPE) é avaliar o efeito da contaminação por metais (cobre) na interação trófica entre invertebrados do entremarés rochoso (gastrópode Nucella lapillus e a craca Semibalanus balanoides) através de experimentos manipulativos in situ e laboratoriais. Propomos realizar essa pesquisa em colaboração com um grupo de pesquisa referência mundial em ecologia marinha, liderado pelo Prof. Stuart Jenkins, na Universidade de Bangor (País de Gales). Propomos uma pesquisa original, de elevado interesse para a comunidade acadêmica e gestores ambientais, em um centro de excelência e com uma parceria já consolidada.