Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento esquelético em polynemidae (Teleostei: percomorphacea: Perciformes)

Processo: 18/19399-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Aléssio Datovo da Silva
Beneficiário:Paulo Presti Migliavacca
Supervisor no Exterior: George David Johnson
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Smithsonian National Museum of Natural History, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/16192-7 - Relações filogenéticas e evolução do sistema musculoesquelético de Polynemidae (Teleostei: Percomorphacea: Perciformes), BP.MS
Assunto(s):Ictiologia

Resumo

Polynemidae é uma família de peixes principalmente marinhos com oito gêneros e 41 espécies existentes distribuídas pelo globo. Algumas espécies podem atingir até dois metros de comprimento e ter importância econômica em regiões específicas, onde sua abundância é maior. A alocação filogenética de polinemídeos, dentro de Percomorphacea, é incerta e suas relações internas nunca foram testadas explicitamente em bases morfológicas ou moleculares. A morfologia e o desenvolvimento dos polinemídeos também são amplamente desconhecidos, com pouca informação osteogênica e nenhuma informação ontogenética detalhada documentada na literatura. Ainda mais surpreendente é a falta de dados sobre a anatomia e a evolução da característica morfológica mais extraordinária dos polinemídeos: suas nadadeiras peitorais altamente modificadas com raios ventrais alongados que assumem funções táteis. A ontogenia provou ser uma ferramenta notável para desvendar homologias, especialmente de novidades evolutivas complexas e enigmáticas. O presente projeto tem como objetivo estudar aspectos do desenvolvimento do esqueleto de polinemídeos, elucidar as alterações morfológicas envolvidas na formação de suas nadadeiras peitorais especializadas e enriquecer a análise filogenética de Polynemidae com dados de fases larvais.