Busca avançada
Ano de início
Entree

Triatoma sordida (Stål, 1859) (Hemiptera, Triatominae): um vetor da Doença de Chagas ou um complexo de vetores?

Processo: 18/12039-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Kaio Cesar Chaboli Alevi
Beneficiário:Isadora de Freitas Bittinelli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Chagas   Híbridos   Triatominae   Triatoma

Resumo

Triatoma sordida é uma das principais espécies com competência vetorial para a transmissão da doença de Chagas no Brasil que também ocorre na Argentina, na Bolívia, no Paraguai e no Uruguai. Diversos estudos sinalizam polimorfismo em T. sordida, o que levou a sugestão do fenômeno de especiação críptica nessa espécie e, sobretudo, a recente caracterização de três possíveis táxons diferentes, a saber, T. sordida sensu stricto, T. sordida Argentina e T. sordida La Paz. Levando em considerada que a realização de cruzamentos experimentais pode auxiliar em diferentes aspectos, como no entendimento da taxonomia, sistemática e dos mecanismos de isolamento que limitam o fluxo gênico, assim como possibilita avaliar o papel da hibridação natural na geração de novas variantes genéticas (que podem levar à evolução adaptativa e/ou a fundação de novas linhagens evolutivas), o presente projeto tem como objetivo analisar as possíveis barreiras de isolamento reprodutivo (pré ou pós-zigóticas) presente entre T. sordida sensu stricto, T. sordida Argentina e T. sordida La Paz, por meio de cruzamentos experimentais e análise dos híbridos resultantes até a segunda geração (F2), com ênfase na análise da dinâmica evolutiva dos cruzamentos experimentais (cópula interespecífica, oviposição, eclosão e desenvolvimento dos híbridos), bem como na análise da viabilidade reprodutiva dos híbridos (espermatogênese e morfologia das gônadas masculinas e femininas). Esses resultados permitirão elucidar questões evolutivas e taxonômicas sobre T. sordida e o processo de especiação críptica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHABOLI ALEVI, KAIO CESAR; DE OLIVEIRA, JADER; CANIS GARCIA, ARIANE CRISTINA; CRISTAL, DANIEL CESARETTO; GRZYB DELGADO, LUIZA MARIA; BITTINELLI, ISADORA DE FREITAS; DOS REIS, YAGO VISINHO; RAVAZI, AMANDA; BORTOLOZO DE OLIVEIRA, ANA BEATRIZ; GALVAO, CLEBER; VILELA DE AZEREDO-OLIVEIRA, MARIA TERCILIA; MADEIRA, FERNANDA FERNANDEZ. Triatoma rosai sp. nov. (Hemiptera, Triatominae): A New Species of Argentinian Chagas Disease Vector Described Based on Integrative Taxonomy. INSECTS, v. 11, n. 12 DEC 2020. Citações Web of Science: 0.
MADEIRA, FERNANDA FERNANDEZ; DOS REIS, YAGO VISINHO; BITTINELLI, ISADORA DE FREITAS; GRZYB DELGADO, LUIZA MARIA; DE OLIVEIRA, JADER; MENDONCA, VAGNER JOSE; FIGUEIREDO MOREIRA, FELIPE FERRAZ; VILELA DE AZEREDO-OLIVEIRA, MARIA TERCILIA; DA ROSA, JOAO ARISTEU; CHABOLI ALEVI, KAIO CESAR. Genetic Structure of Brazilian Populations of Triatoma sordida (Stal, 1859) (Hemiptera, Triatominae) by Means of Chromosomal Markers. American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, v. 100, n. 4, p. 907-910, 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.