Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resistência de união à dentina de sistemas adesivos experimentais contendo difenil iodônio hexafluorfosfato (DPHIF) e 10-metacriloiloxidecil dihidrogeniofosfato (10-MDP)

Processo: 18/12812-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Adilson Yoshio Furuse
Beneficiário:Karla Druzian Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Polimerização   Microtração   Dentística   Adesivos dentinários   Resistência de união (odontologia)

Resumo

A incorporação do difenil iodônio hexafluorfosfato (DPHIF) aos sistemas adesivos que possuem canforquinona/amina como fotoiniciador/catalisador tem sido relacionada a melhorias nas propriedades mecânicas de adesivos odontológicos, principalmente quanto ao aumento da taxa de polimerização, porém, ainda pouco se sabe sobre a influência da adição deste sal aos adesivos à resistência de união de materiais restauradores ao substrato dentinário. Este trabalho tem como objetivo caracterizar através de análise de resistência de união imediata (n=60) e após 6 meses (n=60) de adesivos experimentais contendo CQ/amina ou CQ/amina/DPIHP como fotoiniciadores e diferentes concentrações de 10-MDP (0%, 3% e 12%) e fotoativados com dois tipos de aparelho fotoativador: um aparelho de LED convencional com irradiância de 1000 mW/cm2 (Dabi Atlante, Ribeirão Preto, SP, Brasil) e um LED de amplo espectro com irradiância de 1100 mW/cm2 (VALO Cordless, Ultradent Products Inc., South Jordan, UT, EUA). Para a análise de resistência de união, cento e vinte terceiros molares humanos hígidos serão seccionados para a exposição de dentina e submetidos aos procedimentos adesivos com os diferentes adesivos experimentais e, dois incrementos de resina composta (Filtek Z350, 3M ESPE, St. Paul, MN, EUA) serão inseridos na dentina e fotopolimerizados por 20 segundos cada. Posteriormente, o conjunto dentina-adesivo-resina será levado a uma máquina de corte Isomet Low Speed Saw (Buelher Ltd. Lake Bluff, IL, EUA), para obtenção de palitos de 0,8 mm de espessura e, em sequência, a uma máquina de ensaios universal (Modelo 3342, Instron Corp., Canton, MA, EUA) para o teste de microtração sob força de tração perpendicular à interface adesiva a uma velocidade de 0,5 mm/min até a ruptura do espécime. Após a ruptura dos espécimes, estes serão avaliados quanto ao modo de falha em: falhas adesivas, coesivas em dentina, coesivas em resina ou mistas. O teste de Análise de Variância a três critérios e análise de comparações múltiplas Tukey serão aplicados, com nível de significância de 0,05.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.