Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da microglia em ratos Wistar caquéticos portadores de tumor AH-130

Processo: 18/13395-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Marilia Cerqueira Leite Seelaender
Beneficiário:Larissa Santana Lemos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia celular   Microglia   Neuroinflamação   Caquexia   Bioenergética   Resposta imune   Ratos Wistar   Imuno-histoquímica   Modelo experimental

Resumo

A caquexia associada ao câncer é definida como uma síndrome multifatorial que engloba distúrbiosfuncionais, metabólicos e imunes, identificada pela perda de massa muscular esquelética agregada àinflamação sistêmica, com os sintomas de fadiga, anorexia, anemia e astenia. É uma síndromecaracterizada por distúrbios no balanço energético, já que por um lado há uma diminuição no consumo de energia pela perda de apetite, e por outro lado um aumento na quantidade de energiaconsumida pelo corpo em repouso, resultante da alteração no metabolismo e da inflamação. Assim,o sistema nervoso central (SNC) pode ser um centro fundamental na deflagração e progressão nasíndrome da caquexia. Todavia, pouco ainda se sabe sobre o papel do SNC na síndrome. Esse projeto tem como objetivo analisar o SNC de ratos portadores de tumor que desenvolvem à síndrome da caquexia, em especial as células imunológicas, com enfoque na micróglia eestabelecer sua possível relação com as alterações na composição corporal e ingestão alimentar. Para o estudo serão analisados 24 ratos machos da linhagem Wistar com 8-10 semanas de idade, aleatoriamente divididos em 2 grupos: controle e AH-130 (portadores de tumor Yoshida AH-130).O protocolo experimental consistirá em caracterizar e quantificar a micróglia residente e possível infiltrado imunitário no hipotálamo dos animais, através da técnica de imunohistoquímica, com aperspectiva de elucidar possíveis alterações relacionadas com a síndrome da caquexia.