Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de biomarcadores preditivos da resposta ao tratamento com temozolomida no glioblastoma

Processo: 18/10511-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Rui Manuel Vieira Reis
Beneficiário:Isabella Gomes
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Temozolomida   Oncologia   Glioblastoma

Resumo

O glioblastoma (GBM) é um tumor altamente agressivo e invasivo que confere elevadas taxas de mortalidade e baixa sobrevida. O tratamento padrão consiste na ressecção cirúrgica do tumor, acompanhado por radioterapia e quimioterapia associada ao uso de temozolomida (TMZ), um agente alquilante de DNA que, administrado ao paciente, promove discreto aumento na sobrevida. Entretanto, o GBM apresenta características intrínsecas que conferem quimioresistência ao tratamento convencional, fazendo com que a busca por novas terapias seja necessária. Nesse sentido, a investigação de biomarcadores torna-se promissora, na tentativa de identificar novos alvos terapêuticos. Apesar do diagnóstico de gliomas ser realizado por exame histopatológico, avanços recentes indicaram a importância dos subtipos moleculares que pode ajudar a entender a heterogeneidade do GBM e melhorar o tratamento. Os objetivos desse estudo consistem identificar perfil gênico de resposta à temozolamida em pacientes com glioblastoma. Avaliar a expressão por nanostring de painel de genes envolvidos nos danos e vias de reparo de DNA em pacientes com GBM tratados com TMZ (boa resposta e resposta ruim). Realizar o perfil molecular (metilação MGMT, mutações de IDH1/2 e TERT, expressão de ATRX e codeleção de 1p e 19q); e correlacionar o perfil genético com perfil molecular, e resposta ao tratamento com temozolomida, tentando identificar biomarcadores preditivos em testes não invasivos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES, ISABELLA; MORENO, DANIEL ANTUNES; DOS REIS, MARIANA BISARRO; DA SILVA, LUCIANE SUSSUCHI; LEAL, LETICIA FERRO; GONCALVES, GISELE MELO; PEREIRA, CAIO AUGUSTO; OLIVEIRA, MARCO ANTONIO; MATSUSHITA, MARCUS DE MEDEIROS; REIS, RUI MANUEL. Low MGMT digital expression is associated with a better outcome of IDH1 wildtype glioblastomas treated with temozolomide. JOURNAL OF NEURO-ONCOLOGY, v. 151, n. 2 JAN 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.