Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização funcional de microRNAs e genes alvo associados à formação de ossos intermusculares no tambaqui (Colossoma macropomum)

Processo: 18/11795-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros de Águas Interiores
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Danillo Pinhal
Beneficiário:Emily Bronze dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Aquicultura   Tambaqui   RNAs não codificadores   Regulação da expressão gênica

Resumo

Diversas espécies de peixes de importância na aquicultura mundial possuem ossos intermusculares (IBs, do inglês intermuscular bones). Popularmente denominados "espinhos", os IBs correspondem a pequenos ossos em formato de espículas, dispostos em ambos os lados da coluna vertebral. Esses IBs são uma característica comercialmente indesejável por reduzir a palatabilidade dos peixes, sendo necessária sua remoção para a produção do filé, o que resulta em impactos econômicos e de frescor do produto. O tambaqui Colossoma macropomum, é uma espécie dulcícola neotropical da ordem Characiformes que apresenta grande potencial para a aquicultura, mas que, no entanto, possui a desvantagem gerar os IBs. Recentemente, indivíduos de uma população cultivada de tambaqui, foram reportados com ausência de IBs, sugerindo que variantes genéticas e/ou epigenéticas estejam associadas à geração do fenótipo mutante. O presente projeto tem por objetivo caracterizar a regulação genética do desenvolvimento ósseo intramuscular no tambaqui, com ênfase no controle epigenético exercido por miRNAs na formação dos IBs. Para isso propõe-se realizar o silenciamento de miRNAs e validar interações miRNA/alvo in vivo no modelo zebrafish para a obtenção do fenótipo desejável sem IBs. Espera-se contribuir para um melhor entendimento dos mecanismos moleculares do desenvolvimento de IBs em peixes de modo geral, bem como fornecer subsídios à geração de linhagens de tambaqui sem IBs, com grande potencial para melhoria da produtividade na aquicultura e para a geração de patentes.