Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da ativação do Receptor Ativado por Protease do tipo 1 (PAR1) sobre a atividade osteogênica em membranas de células-tronco do ligamento periodontal humano. ensaio in vivo

Processo: 18/13818-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marinella Holzhausen Caldeira
Beneficiário:Tomaz Alves da Silva Neto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Membranas

Resumo

A regeneração dos tecidos periodontais perdidos pela doença periodontal tem sido buscada através de soluções biológicas já que as alternativas terapêuticas atuais disponíveis não se apresentam completamente previsíveis e satisfatórias. As células-tronco do ligamento periodontal (PDLSCs) são capazes de se diferenciar em cementoblastos/osteoblastos, adipócitos e células formadoras de colágeno, contribuindo para a regeneração tecidual periodontal. Dessa forma, as membranas celulares (MCs) têm atraído ampla atenção por suas propriedades de reparação/regeneração de defeitos periodontais por serem capazes de permitir a proliferação osteoblástica e de suportar a formação de matriz mineralizada. Recentemente, nosso grupo observou que a ativação do receptor ativado por protease do tipo 1 (PAR1) é capaz de aumentar a atividade osteogênica das PDLSCs. A proposta do presente trabalho é avaliar o potencial osteogênico de membranas de células de PDLSCs carreadas com o peptídeo ativador do PAR1 in vivo.