Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos estruturais da proteína de reorganização e empilhamento do Golgi de S. cereviseae e sua Golgina

Processo: 18/18717-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 14 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 13 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Antonio José da Costa Filho
Beneficiário:Natália Aparecida Fontana
Supervisor no Exterior: Anthony Watts
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Oxford, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:16/23863-2 - Interações moleculares da proteína de organização e compactação do Golgi (GRASP) de Saccharomyces cerevisiae, BP.DD
Assunto(s):Membranas   Moléculas bioativas   Complexo de Golgi   Proteínas intrinsicamente desordenadas   Saccharomyces cerevisiae   Ressonância magnética nuclear   Espectroscopia de ressonância magnética nuclear

Resumo

O projeto de pesquisa apresentado é uma extensão da bolsa de Doutorado Direto FAPESP usufruída por Natália Fontana e é parte de uma colaboração FAPESP/BBSRC (Proc. FAPESP 2015/50366-7), que visa apoiar uma colaboração formal entre nosso grupo e o de Anthony Watts na Universidade de Oxford. A parte principal deste projeto está relacionado ao projeto de Doutorado já em andamento pela aluna, que envolve a Proteína de Re-organizção e Empilhamento do Golgi (GRASP) de Saccharomyces cereviseae (ScGRASP-Grh1). Nós já mostramos que ScGRASP compartilha muitas das características não convencionais de estruturas molten-globule (artigo submetido para a Scientific Reports). Além disso, nós provamos que Grh1 forma fibras semelhantes a amilóide, e nós temos evidência suficiente para afirmar que essa formação também ocorre in vivo, quando a célula é submetida a situações de stress. Esses resultados afetam a maneira como pensamos a respeito da função de GRASPs em seu papel em mecanismos de secreção não-convencional de proteínas. Nós pretendemos expandir esse cenário através da aquisição de dados de alta-resolução das estruturas das fibras e também mais informações a respeito da parceira de Grh1, a golgina BUG1. O complexo Grh1-BUG1 é fundamental para o ancoramento de membrana e secreção através dos Compartimentos de Secreção Não-Convencional, e ainda há pouca informação disponível a respeito. Nosso objetivo será atingido através da expertise do prof. Anthony Watts (tanto em ressonância magnética quanto em estudos de membrana), e claro, através da infraestrutura disponível no Departamento de Bioquímica. Os métodos nos quais a aluna será treinada irão aumentar a capacidade de nosso grupo de analisar proteínas não convencionais, afetando dessa forma todos os processos em andamento em nosso grupo no Brasil. (AU)