Busca avançada
Ano de início
Entree

As apropriações culturais do franquismo pelo pinochetismo: pesquisa de fontes em Berlim

Processo: 18/20881-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 28 de novembro de 2018
Vigência (Término): 28 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:José Alves de Freitas Neto
Beneficiário:André Mateus Pupin
Supervisor no Exterior: Stefan Rinke
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Freie Universität Berlin, Alemanha  
Vinculado à bolsa:17/25373-5 - Ecos do franquismo (1948-1955) no pinochetismo (1973-1975), BP.IC
Assunto(s):História contemporânea   Autoritarismo (sistemas de governo)   Franquismo

Resumo

Este projeto de pesquisa está anexado ao meu estudo sobre a apropriação cultural do autoritarismo franquista pelo pinochetismo. Partimos da produção cultural da hispanidad pelos Cuadernos Hispanoamericanos para os discursos de Pinochet no funeral de Franco, onde a hispanidad estava presente. Em 1975, Augusto Pinochet foi um dos poucos chefes de Estado a ir ao funeral de Francisco Franco e, na ocasião, fez pronunciamentos exaltando a cultura e a língua espanhola, além de demonstrar admiração diante do "combate ao comunismo" realizado por Franco. Por outro lado, em 1948, isolado da política internacional devido à sua aliança com o nazi-fascismo, Francisco Franco criara os Cuadernos Hispanoamericanos que possuíam como função difundir o ideal de união hispano-americana, buscando reforçar a ideia da Espanha como madre patria de suas hermanas americanas.Dessa forma, nos propusemos a investigar essas apropriações culturais que o pinochetismo (1973-1989) fez do franquismo (1939-1973). Para tal, usamos uma abordagem típica da História Intelectual e Transnacional.No entanto, nos últimos meses, temos encontrado dificuldades em conduzir nosso projeto de pesquisa. Primeiro, os Cuadernos Hispanoamericanos, pelas minhas investigações, tem se tornado repetitivos; além disso os Cuadernos Americanos e os discursos de Pinochet não estão disponíveis online. Dessa forma, considerando as potencialidades desta pesquisa para um futuro projeto de Mestrado, a enorme biblioteca e acervos do Instituto Ibero-Americanos (IAI), além da importância do Instituto de Estudos Latino-Americanos da Freie Universität - Berlim, nesses dois meses (dezembro de 2018 e janeiro de 2019) eu pretendo aprofundar meus estudos através da pesquisa de novos documentos, novas bibliografias e, também, novos debates.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.