Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo químico das interações inseto-planta: uma contribuição para controle biorracional de pragas agrícolas

Processo: 18/19358-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 14 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 21 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva
Beneficiário:Renê Pereira da Silva
Supervisor no Exterior: William Daniel John Kirk
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Keele University, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:17/15932-7 - Iniciação científica em estudos integrados para o controle de formigas cortadeiras: interação fungo simbionte – leveduras, BP.IC
Assunto(s):Inseticidas

Resumo

Novas soluções para o controle de insetos-praga são urgentemente necessárias devido à evolução da resistência aos inseticidas atuais. Este projeto se foca no desenvolvimento e testes de bioatividade de novas formulações de nanotecnologia de metabólitos secundários de plantas que podem providenciar novas opções para proteção agrícola. Experimentos preliminares realizados pelo grupo da Universidade de Keele (KU) com formulações nanotecnológicas de PAA (poli (alilamina)) de óleos essenciais mostraram ação repelente altamente significativa, com atividade bastante aumentada em comparação com o material convencionalmente formulado. A colaboração entre o Reino Unido e o Brasil proporcionará uma oportunidade ideal para fortalecer essa nova e promissora área de pesquisa. Ambos os grupos compartilharão conhecimentos e trabalharão juntos para criar novas formulações de nanotecnologia de metabólitos secundários de plantas (flavonóides como Hesperidin e Naringenin, ácidos fenólicos e óleos essenciais). Bioensaios com tripss das flores ocidentais, Frankliniella occidentalis, serão realizados na KU. Antibiótico, atividade antialimentar e repelente serão testados usando métodos estabelecidos.