Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da radiação UV na composição química de Sargassum SP.: perfis de clorofila, carotenóides e ácidos graxos

Processo: 18/17758-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de novembro de 2018
Vigência (Término): 11 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Fanly Fungyi Chow Ho
Beneficiário:Luz Karime Polo Osorio
Supervisor no Exterior: Felix Lopez Figueroa
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Málaga (UMA), Espanha  
Vinculado à bolsa:16/03095-0 - Respostas fisiológicas, bioatividade e análises de expressão diferencial de proteínas da alga parda Sargassum SP. c. Agardh (Phaeophyceae, Fucales) submetida a radiação UV, BP.DR
Assunto(s):Ácidos graxos   Algologia   Raios ultravioleta

Resumo

O efeito da radiação ultravioleta (UVR) é um fator importante que afeta a distribuição e a fisiologia de organismos fotossintétizantes no ecossistema aquático. Estudos com macroalgas indicam diversos distúrbios biológicos em resposta à RUV, incluindo alterações na taxa de crescimento, fotoinibição da fotossíntese, degradação de pigmentos, danos às proteínas e ao DNA, entre outros. O principal projeto de pesquisa de Doutorado pretende contribuir para o conhecimento do efeito da RUV em macroalgas utilizando Sargassum filipendula como modelo biológico, integrando diversas abordagens fisiológicas, celulares, biológicas e proteômicas para o entendimento do impacto e sensibilidade da RUV em condições de laboratório. Sob este objetivo geral, o presente projeto de estágio visa complementar algumas abordagens fisico-químicas adicionais, aproveitando a experiência do Dr. Félix Lopez Figueroa e a infra-estrutura disponível de seu laboratório, através do estudo da variação no desempenho fotossintétizante e a composição e abundância de clorofilas, carotenóides e ácidos graxos de Sargassum sp. após a exposição a RUV. O desempenho fotossintétizante será realizado através da medição in vivo da fluorescência da clorofila (a), a quantificação de clorofilas e carotenóides será avaliada por HPLC (Cromatografia Líquida de Alta Eficiência) e o perfil de ácidos graxos por técnicas de cromatografia gasosa (CG). O projeto de estágio será orientado pelo Dr. Félix Lopez Figueroa, da Universidade de Málaga, e os resultados serão extremamente proveitosos, complementando nossas abordagens na compreensão integrada do efeito RUV em Sargassum sp., uma importante especie para a engenharia da comunidade.