Busca avançada
Ano de início
Entree

Incorporação e caracterização do extrato da castanha de baru (Dipteryx alata) em lipossomas

Processo: 18/17451-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 11 de março de 2019
Vigência (Término): 10 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Priscila Gava Mazzola
Beneficiário:Julia Cedran Coco
Supervisor no Exterior: Carsten Ehrhardt
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Trinity College Dublin, Irlanda  
Vinculado à bolsa:18/06043-7 - Extração, caracterização e nanoencapsulação da castanha de baru (Dipteryx alata) e sua aplicação em formulações de uso tópico, BP.IC
Assunto(s):Tecnologia farmacêutica   Biopolímeros   Enzimas

Resumo

O óleo de baru é produzido a partir da castanha do fruto do barueiro (Dipteryx alata), uma espécie nativa do Brasil. Possui elevado grau de insaturação, contendo ácidos graxos essenciais como oleico e linoleico, e quantidades significativas de zinco, ±-tocoferol e polifenóis. Devido aos seus efeitos farmacológicos, principalmente sua notável atividade antioxidade, o óleo de baru é um candidato interessante para uso medicinal. No entanto, esta atividade é prejudicada pela instabilidade, volatilidade e sensibilidade à luz, aquecimento e oxigênio dos compostos fenólicos. Formulações para uma entrega de fármacos avançada podem ser usadas para preservar moléculas sensíveis, aumentando sua estabilidade, bioatividade e biodisponibilidade. Lipossomas estão entre os mais bem sucedidos sistemas de carreamento de fármacos. Eles podem ser feitos de constituintes biocompatíveis, proteger o ativo incorporado da degradação e promover sua liberação controlada. O estudo de parâmetros físico-químicos como tamanho, carga e eficiência de encapsulação são necessários para predizer o comportamento lipossomal durante a administração. Esse projeto tem como objetivo i) produzir extratos da castanha de baru, ii) formulá-los em lipossomas e iii) caracterizar esses lipossomas quanto à sua eficiência de encapsulação, perfil de liberação in vitro e propriedades físico-químicas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.