Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de fármacos halogenados e seus produtos de transformação em ecossistemas aquáticos fluviais por cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas de alta resolução (LC-HRMS), usando-se a abordagem de investigação de compostos suspeitos

Processo: 18/09875-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 10 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 09 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Enelton Fagnani
Beneficiário:Enelton Fagnani
Anfitrião: Sandra Pérez Solsona
Instituição-sede: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Local de pesquisa : Instituto de Diagnóstico Ambiental y Estudios del Agua (IDAEA), Espanha  
Vinculado ao auxílio:14/17774-1 - Influência da composição do efluente secundário na desinfecção por processos oxidativos avançados, AP.JP
Assunto(s):Química ambiental   Quimiometria   Contaminantes emergentes   Fotodegradação   Extração em fase sólida

Resumo

A constante liberação de contaminantes de interesse emergente (CIE) nos ambientes aquáticos, como resultado das atividades humanas, tem atraído a atenção da comunidade científica internacional por conta da amplitude da ocorrência, recalcitrância ambiental e seus possíveis efeitos deletérios à biota. Fármacos são um grupo de CIE que pode causar efeitos adversos em animais e micro-organismos presentes no meio natural, com destaque para os compostos organoalogenados. Após sua ingestão, os fármacos são parcialmente absorvidos e chegam ao ambiente, juntamente com os seus metabólitos, por intermédio das descargas das Estações de Tratamento de Efluentes (ETE). A persistência ambiental dos organoalogenados já está comprovada em vários estudos envolvendo pesticidas, retardantes de chama e polímeros, mas não para fármacos halogenados. Uma vez no ambiente, essas substâncias sofrem transformações bióticas e abióticas, sendo a fotólise o principal processo abiótico em águas superficiais. As transformações possíveis raramente envolvem a mineralização completa, sendo mais comum a formação de produtos de transformação (PT), que aparecem em baixíssimas concentrações e normalmente não apresentam padrões de referência disponíveis comercialmente. Por esta razão, técnicas analíticas muito sensíveis e seletivas devem ser empregadas em sua separação e identificação, como a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas de alta resolução (sigla do inglês, LC-HRMS). Baseado no exposto, o presente projeto tem como objetivo estudar a fotodegradabilidade de fármacos halogenados e sua detecção, assim como de seus PT, em efluentes tratados e ecossistemas aquáticos fluviais (água e sedimento) utilizando-se LC-HRMS com a abordagem de identificação de compostos suspeitos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.