Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemas alimentares inclusivos e eficientes: estudo de caso da utilização da flor de bananeira para a produção de uma farinha

Processo: 18/16113-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Fernanda Maria Vanin
Beneficiário:Geórgia Marcela Ribeiro Temer Giovanetti
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Processamento de alimentos   Aproveitamento de subprodutos   Propriedades funcionais   Bananicultura   Fertilização   Farinhas   São Paulo

Resumo

O aproveitamento dos subprodutos da indústria de alimentos é uma prática pouco utilizada atualmente no Brasil, contudo, a aplicação de todas as partes dos alimentos seria uma possível solução para diminuir o desperdício. A bananicultura é um dos principais agronegócios internacionais e a banana, a fruta fresca mais consumida no mundo. O Brasil é o terceiro maior produtor, com um montante de aproximadamente 7,1 milhões de toneladas por ano, sendo o Estado de São Paulo um destaque na produção. Um dos resíduos provenientes da produção de bananas é a flor de bananeira, também conhecida como coração de bananeira, a qual é rica em fibras, em minerais e aminoácido essenciais para os seres humanos, todavia, pouco utilizada na alimentação humana, destinando-se principalmente para fertilização da terra e alimentação animal. O objetivo desse trabalho é explorar os benefícios oferecidos pela flor de bananeira através da produção da farinha desse subproduto e avaliar as suas características tecnológicas e nutricionais. O estudo será de extrema importância tecnológica para a indústria de alimentos por: (1) envolver a valorização de um subproduto da produção de bananas, o que pode apresentar como uma estratégia econômica para o país, (2) buscar uma nova fonte de atributos funcionais.