Busca avançada
Ano de início
Entree

Silagem de milho recompactada em diferentes densidades

Processo: 18/16890-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 29 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Pesquisador responsável:Leandro Coelho de Araujo
Beneficiário:Camila de Oliveira Rocha
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/03285-2 - Amido em silagem de milho re-ensilada em diferentes densidades, com ou sem aditivo microbiano, BE.EP.IC
Assunto(s):Bromatologia   Gravimetria   Silagem   Milho

Resumo

O objetivo com este projeto é determinar a composição bromatológica e quantificar as perdas e a recuperação de massa seca de silagens de milho recompactadas sob diferentes densidades e combinadas ou não a aditivado bacteriano comercial. A silagem será recompactada logo após a sua retirada de um silo trincheira abastecido com silagem de planta inteira de sorgo não inoculada. O experimento será conduzido em silos experimentais no delineamento inteiramente casualizado no esquema fatorial e com quatro repetições (4x2x4). Os fatores corresponderão às densidades de compactações de 400, 500, 600 e 700 kg de matéria natural/m3 associadas ou não ao uso de inoculante bacteriano comercial. Para a avaliação da bromatologia serão coletadas amostras antes do fechamento dos silos e no instante da abertura. A massa seca será determinada pelo método gravimétrico após a secagem em estufa de ventilação forçada a 55° C por 72 h. As amostras secas serão pesadas, moídas (<1 mm) e armazenadas em recipientes plásticos e fechados para determinações da massa seca a 105 ºC, proteína bruta, fibras em detergente neutro e ácido, extrato etéreo, cinzas e teores de nitrogênio amoniacal. As perdas de massa seca serão estimadas pelo método gravimétrico pelas diferenças dos (I) pesos dos silos antes do fechamento e na abertura e (II) dos sacos de areais incluídos no interior dos silos para gases e efluente, respectivamente. A recuperação de massa seca será calculada por meio da diferença entre o peso total de massa seca antes e após o armazenamento das silagens nos silos. Na abertura dos silos serão coletadas amostras para determinação do pH. Os dados serão submetidos à análise de variância por meio do programa estatístico SAS. Todas as variáveis analisadas serão submetidas a testes para avaliar a homogeneidade de variância do resíduo. As análises de regressões serão realizadas com o auxílio do procedimento "REG" (densidade de compactação) e as médias comparadas pelo teste de Tukey (com e sem inoculante) ambos ao nível de significância de 5% de probabilidade.