Busca avançada
Ano de início
Entree

Explorando a protease NSP2 dos Vírus Chikungunya e Mayaro: estruturas e inibição

Processo: 18/07572-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Raghuvir Krishnaswamy Arni
Beneficiário:Raphael Josef Eberle
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Auxílio(s) vinculado(s):19/05905-8 - Estudos de ligação de uma proteína alvo putativa de c. pseudotuberculosis do metabolismo da Vitamina B12, PUB.ART
Bolsa(s) vinculada(s):19/05614-3 - Identificação de moléculas bioativas que inibem a atividades dos Vírus Chikungunya e Mayaro, BE.EP.PD
Assunto(s):Bioquímica   Biologia estrutural   Cinética enzimática   Cristalografia de proteínas

Resumo

A infecção pelo vírus Chikungunya resulta em considerável trauma social e econômico e requer atenção urgente. A falta de tratamentos eficazes é agravada pela potencial coinfecção por Chikungunya e Mayaro, que acentua e amplia o problema, uma vez que ambos desencadeiam reações similares e sintomas clínicos análogos.A clivagem das poliproteínas de Chikungunya e Mayaro pela cisteína-protease da nsP2 é crucial para a replicação viral; portanto, a identificação e caracterização de inibidores específicos da nsP2 é potencialmente relevante para o entendimento da replicação viral e também para servir como uma plataforma para o desenvolvimento de inibidores que podem ajudar a desenvolver drogas.Um grande número de compostos moleculares será testado em ensaios enzimáticos. As moléculas identificadas serão usadas em estudos estruturais com a proteina nsP2 do vírus Chikungunya e Mayaro, assim como testes in vivo, em colaboração com o Prof. Dr. Maurício Lacerda Nogueira (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP), Departamento de Doenças Infecciosas e Parasitárias, Laboratório de Pesquisas Em Virologia), para a averiguação da toxicidade e eficácia dessas moléculas contra o vírus em estudo. Nossa pesquisa com o vírus Zika (Projeto liderado pela Drª M.A. Coronado) resultou na expressão e purificação da protease NS2B-NS3 e na identificação de potenciais inibidores que foram caracterizados por técnicas bioquímicas e biofísicas em colaboração com o Prof. Dr. D. Willbold (Institute of Complex Systems, Structural Biochemistry, Forschungszentrum Jülich, Germany). Esses resultados formam a base de três pedidos de patentes.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.