Busca avançada
Ano de início
Entree

Governança corporativa e volatilidade: uma análise para os três níveis do mercado diferenciado da B3 utilizando modelos GARCH

Processo: 18/15333-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Métodos Quantitativos em Economia
Pesquisador responsável:Leandro dos Santos Maciel
Beneficiário:Matheus Neres dos Santos
Instituição-sede: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Osasco. Osasco , SP, Brasil
Assunto(s):Governança corporativa   Desempenho organizacional   Fatores de risco   Ações (finanças)   Análise de séries temporais

Resumo

A adoção de práticas de governança corporativa pelas empresas objetiva proporcionar uma maior transparência na divulgação dos resultados econômicos e financeiros para seus acionistas, assim como na redução dos conflitos de agência, o que implica em uma melhor gestão empresarial. Este projeto de pesquisa objetiva avaliar se a implementação de práticas de governança corporativa altera o padrão de volatilidade (ou risco) dos retornos das ações das empresas brasileiras de capital aberto que possuem seus papéis negociados nos níveis diferenciados de governança corporativa da B3. Serão considerados modelos de variância condicional da família GARCH para estimar a variância condicional com base em dados que compreendem o período anterior e posterior a listagem dessas empresas nos mercados diferenciados, de forma a se verificar se há uma alteração no padrão de volatilidade das ações. Além disso, essa análise compreenderá as empresas com ações negociadas nos três níveis de governança da B3, Nível 1, Nível 2 e Novo Mercado, para mensurar se há distinção dos efeitos das práticas de governança sobre a volatilidade de acordo com o aumento das exigências do segmento diferenciado de listagem.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.