Busca avançada
Ano de início
Entree

Desvendando complexos de espécies crípticas e repatriando os genomas de espécimes brasileiros velhos de satiríneos (Nymphalidae: Satyrinae, Euptychiina)

Processo: 18/21432-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:André Victor Lucci Freitas
Beneficiário:Eduardo de Proença Barbosa
Supervisor no Exterior: Niklas Wahlberg
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Lund University, Lund, Suécia  
Vinculado à bolsa:16/15873-8 - Sistemática e padrões de distribuição biogeográfica de gêneros de borboletas da subtribo Euptychiina (Nymphalidae: Satyrinae), BP.PD
Assunto(s):Biodiversidade   Lepidoptera   Filogenia molecular

Resumo

Entender completamente a biodiversidade global tornou-se uma tarefa urgente para os cientistas antes que as crescentes pressões antrópicas a eliminem da Terra. Para alcançar esse objetivo, um caminho que deve ser seguido é saber quantas espécies existem neste planeta e como elas se relacionam umas com as outras de maneira evolutiva, o que torna a sistemática e a taxonomia áreas cruciais nos estudos de biodiversidade. Os objetivos dessas duas áreas são, respectivamente, compreender as relações evolutivas das espécies e descobrir e nomear espécies. Atualmente, o uso de dados moleculares em conjunto com estudos morfológicos, na chamada taxonomia integrativa, está resultando na descoberta de muitas espécies novas, especialmente para aqueles grupos com diversidade críptica não revelada. Apesar de todo o trabalho que já foi feito com Euptychiina, ainda há muito a ser explorado para entender melhor esse grupo, especialmente seus complexos de espécies crípticas. Nesse sentido, coleções científicas em museus de história natural são depositários insubstituíveis da diversidade biológica, representando uma enorme fonte de dados para estudos como morfologia, biogeografia, taxonomia, entre outros, como dados moleculares. Com os recentes avanços nas técnicas moleculares, o uso de Lepidoptera fixados em coleções de museus tem resultado em extrações e sequenciamento de DNA bem sucedidos, permitindo o uso de espécimes de museu em estudos moleculares. Assim, o sequenciamento de genomas inteiros de espécimes-tipo de Euptychiina depositados em coleções de museus seria uma oportunidade incrível e inestimável de coletar mais e inestimáveis dados que poderiam ser aplicados para uma melhor compreensão de espécies crípticas dentro da subtribo. Dito isto, os principais objetivos deste projeto são acessar o material genético dos antigos espécimes-tipo (holótipos / alótipos / neótipos / lectótipos) de espécies brasileiras de Euptychiina depositadas nas coleções científicas dos Museus Europeus de História Natural, para acessar o acervo genético. material de antigos exemplares brasileiros que serão levados pelo candidato a Lund e aprender e aplicar análises moleculares de ponta para compreender o processo de diversificação de alguns grupos de complexos crípticos de espécies na subtribo Euptychiina.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.