Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil de dereplicação de Nectandra oppositifolia Nees & Mart (Lauraceae) - identificação e caracterização molecular de metabólitos ANTIPARASÍTICOS

Processo: 18/18975-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:João Henrique Ghilardi Lago
Beneficiário:Geanne Alexsandra Alves Conserva
Supervisor no Exterior: Emerson Ferreira Queiroz
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université de Genève, Suíça  
Vinculado à bolsa:16/20633-6 - Metabólitos bioativos de Nectandra oppositifolia Ness & Mart. (Lauraceae) - caracterização molecular, avaliação do potencial antiparasitário in vitro e in vivo e determinação dos mecanismos de ação, BP.DR
Assunto(s):Produtos naturais   Química de produtos naturais

Resumo

A Mata Atlântica brasileira é uma das regiões mais importantes do mundo, considerada um hotspot de biodiversidade devido ao seu alto grau de biodiversidade (plantas, animais e microorganismos). Com base nesse aspecto, a investigação de metabólitos de diferentes espécies vegetais desse bioma pode ser uma fonte de novos protótipos para o tratamento terapêutico de diversas doenças, incluindo doenças tropicais negligenciadas, como malária, leishmaniose e Doença de Chagas. Como parte de nossos estudos com espécies de plantas da Mata Atlântica com atividade antiparasitária, selecionou-se Nectandra oppositifolia uma espécie desconhecida do ponto de vista químico e farmacológico. Para a realização deste estudo (projeto FAPESP 2016 / 20633-6), os extratos em n-hexano e EtOH das folhas e galhos foram preparados e apresentaram potencial antiparasitário expressivo contra Trypanosoma cruzi e Leishmania infantum. O extrato hexânico dos galhos foi submetido a um fracionamento guiado por atividade obtendo três butenolídeos bioativos: isolinderanolídeo D, isolinderanolídeo E e secosubamolídeo A. Além disso, procedimentos de desreplicação indicaram a predominancia de licarina A no extrato hexânico de folhas dessa espécie. Em uma segunda parte deste trabalho serão conduzidas estratégias de desreplicação para investigar a composição química dos extratos EtOH altamente bioativos dos galhos e folhas de N. oppositifolia no Laboratório de Fitoquímica e Produtos Naturais Bioativos da Universidade de Genebra, em colaboração com o Prof. Dr. Jean-Luc Wolfender e Emerson F. Queiroz. Este procedimento envolve técnicas hifenadas (LC / DAD, LC / MS e LC / RMN) e vários procedimentos cromatográficos visando o isolamento de metabólitos de N. oppositifolia. Após isolamento e identificação destes metabólitos, estes serão submetidos à avaliação antiparasitária conforme proposta no projeto FAPESP 2016 / 20633-6. Assim, o período de seis meses no Laboratório de Fitoquímica e Produtos Naturais Bioativos da Universidade de Genebra serão cruciais para concluir a investigação dos extratos bioativos das folhas e galhos do N. oppositifolia. Além disso, será uma excelente oportunidade para conhecer diferentes métodos analíticos hifenizados usados para desreplicação de produtos naturais.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.