Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificação dos fluxos e estoques de carbono na cultura da cana-de-açúcar e do eucalipto no Estado de São Paulo

Processo: 18/21103-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Convênio/Acordo: Microsoft Research
Pesquisador responsável:Rubens Augusto Camargo Lamparelli
Beneficiário:Michel Anderson Almeida Colmanetti
Instituição-sede: Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50715-9 - Characterizing and predicting biomass production in sugarcane and eucalyptus plantations in Brazil, AP.PITE
Assunto(s):Cana-de-açúcar   Ecossistemas

Resumo

O entendimento dos fluxos de carbono para a atmosfera e da atmosfera e como ele é armazenado são de extrema importância na agricultura. No contexto do Brasil a agricultura oferece um potencial de mitigação dos impactos nas mudanças climáticas globais se tiver políticas públicas bem fundamentadas.O Estado de São Paulo (250.000 km2) é um dos Estados onde a vegetação natural tem sido trocada por outros usos da terra como cana, eucalipto, culturas anuais, citrus, pastos e etc desde a longo tempo. Dois destes usos a cana-de-açúcar e eucalipto foram predominantes nos últimos 15 anos provocando grandes impactos no balanço de carbono. Assim o principal objetivo deste plano de trabalho de posDoc é aplicar um modelo biofísico para quantificar fluxos e estoques de carbono, nas culturas de cana e eucalipto, em diferentes tempos e diferentes escalas (talhão a regional). A metodologia considera dois modelos GDay e AgroIbis os quais serão integrados. Portanto a metodologia considera três partes:- Implementação do GDay no AgroIbis- Calibração e validação para o Eucalipto- Rodar o modelo para o Estado de São Paulo