Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação de compostos bioativos do café em células tumorais e na modulação da expressão de miRNAs durante a carcinogênese de cólon

Processo: 17/26217-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Luís Fernando Barbisan
Beneficiário:Ariane Rocha Bartolomeu
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/21413-8 - Efeitos de compostos bioativos do café sobre células células tronco-tumorais na cultura 3D de esferóides, BE.EP.DR
Assunto(s):Transformação celular neoplásica   Neoplasias colorretais   Células tumorais   MicroRNAs   Compostos bioativos   Café   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)

Resumo

O Câncer de Colón (CRC) é definido como neoplasia maligna decorrente do epitélio colônico, sendo o terceiro tipo mais comum de Câncer e a terceira principal causa de mortes relacionadas ao Câncer, tanto em homens quanto em mulheres. Estudos demonstraram que o café e seus principais compostos apresentam propriedades antiproliferativas e antitumorais. Sendo assim, o presente projeto tem como objetivo avaliar se a administração dos compostos; ácido clorogênico (ACG), cafeína e/ou trigonelina isoladamente e/ou a associação dos mesmos: (A) possui efeito citotóxico e/ou antiproliferativo em células tumorais de cólon; (B) atenua a carcinogênese de cólon; (C) altera o perfil de expressão global de miRNAs no cólon e (D) altera a expressão de genes-alvo dos miRNAs diferencialmente expressos no cólon. Ambos os modelos in vitro e in vivo serão desafiados com os compostos bioativos isolados ou combinados entre si em diferentes concentrações. Os ensaios de citotoxicidade in vitro serão carreados com células de adenocarcinoma colorretal (Caco-2, HCT-116 e HT-29) através da atividade de redutase mitocondrial, liberação da lactato desidrogenase, inibição da migração celular, exposição da fosfatildiserina, parada do ciclo celular e modulação da expressão dos principais genes envolvidos no CRC. O modelo in vivo empregado será o da administração de dimetilhidrazina (DMH, iniciador) e o ácido deoxicólico (ADC, promotor) em camundongos Balb/C. Amostras colônicas serão utilizadas para análise histopatológica e reação de imuno-histoquímica. Amostras congeladas do cólon serão utilizadas para a expressão global de miRNA (nCountermiRNA Expression Assay). Após identificação dos miRNAs diferencialmente expressos, será realizada predição bioinformática de genes alvos dos microRNAs. A lista de genes preditos será utilizada para a avaliação da expressão de mRNAs alvos, por RT-qPCR. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROMUALDO, GUILHERME RIBEIRO; ROCHA, ARIANE BARTOLOMEU; VINKEN, MATHIEU; COGLIATI, BRUNO; MORENO, FERNANDO SALVADOR; GARCIA CHAVES, MARIA ANGEL; BARBISAN, LUIS FERNANDO. Drinking for protection? Epidemiological and experimental evidence on the beneficial effects of coffee or major coffee compounds against gastrointestinal and liver carcinogenesis. Food Research International, v. 123, p. 567-589, SEP 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.