Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação de compostos bioativos do café em células tumorais e na modulação da expressão de miRNAs durante a carcinogênese de cólon

Processo: 17/26217-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 09 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Luís Fernando Barbisan
Beneficiário:Ariane Rocha Bartolomeu
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Transformação celular neoplásica   Neoplasias colorretais   Células tumorais   MicroRNAs   Compostos bioativos   Café   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)

Resumo

O Câncer de Colón (CRC) é definido como neoplasia maligna decorrente do epitélio colônico, sendo o terceiro tipo mais comum de Câncer e a terceira principal causa de mortes relacionadas ao Câncer, tanto em homens quanto em mulheres. Estudos demonstraram que o café e seus principais compostos apresentam propriedades antiproliferativas e antitumorais. Sendo assim, o presente projeto tem como objetivo avaliar se a administração dos compostos; ácido clorogênico (ACG), cafeína e/ou trigonelina isoladamente e/ou a associação dos mesmos: (A) possui efeito citotóxico e/ou antiproliferativo em células tumorais de cólon; (B) atenua a carcinogênese de cólon; (C) altera o perfil de expressão global de miRNAs no cólon e (D) altera a expressão de genes-alvo dos miRNAs diferencialmente expressos no cólon. Ambos os modelos in vitro e in vivo serão desafiados com os compostos bioativos isolados ou combinados entre si em diferentes concentrações. Os ensaios de citotoxicidade in vitro serão carreados com células de adenocarcinoma colorretal (Caco-2, HCT-116 e HT-29) através da atividade de redutase mitocondrial, liberação da lactato desidrogenase, inibição da migração celular, exposição da fosfatildiserina, parada do ciclo celular e modulação da expressão dos principais genes envolvidos no CRC. O modelo in vivo empregado será o da administração de dimetilhidrazina (DMH, iniciador) e o ácido deoxicólico (ADC, promotor) em camundongos Balb/C. Amostras colônicas serão utilizadas para análise histopatológica e reação de imuno-histoquímica. Amostras congeladas do cólon serão utilizadas para a expressão global de miRNA (nCountermiRNA Expression Assay). Após identificação dos miRNAs diferencialmente expressos, será realizada predição bioinformática de genes alvos dos microRNAs. A lista de genes preditos será utilizada para a avaliação da expressão de mRNAs alvos, por RT-qPCR. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.